Publicidade

Correio Braziliense

René Sampaio revela que 'Eduardo e Mônica' faz parte de uma trilogia

O diretor explicou que Faroeste caboclo e Eduardo e Mônica integram uma trilogia de filmes com base em músicas da Legião Urbana


postado em 03/07/2018 17:20 / atualizado em 03/07/2018 17:29

A atriz, Bruna Spínola; o diretor de fotografia, Gustavo Hadba e o diretor, René Sampaio(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
A atriz, Bruna Spínola; o diretor de fotografia, Gustavo Hadba e o diretor, René Sampaio (foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)


Depois do sucesso de Faroeste caboclo, o diretor René Sampaio começou a filmar mais um filme que tem o nome de uma música da banda Legião Urbana no título: é o longa-metragem Eduardo e Mônica. Protagonizado por Gabriel Leone e Alice Braga, a produção completou uma semana de gravações em Brasília e contou com uma reunião de parte do elenco na última segunda-feira (2/7) em um restaurante na Vila Planalto.

O jantar contou com a presença do diretor, da atriz Buna Spínola– que interpreta a irmã de Mônica – e o ator Gabriel Leone, interprete de Eduardo (que não está falando sobre o filme por limitações contratuais). O elenco ficará em Brasília por mais sete semanas até completar as filmagens. Ainda não existe data oficial d chegada da produção aos cinemas, mas, de acordo com Bruna, a expectativa é que ocorra já no segundo semestre do próximo ano.

Durante o papo com o Correio, que acompanhou o jantar, René Sampaio explicou que Eduardo e Mônica faz parte de uma trilogia iniciada com Faroeste caboclo. “Desde o princípio, a ideia era ser uma trilogia, eu não falei nada para não parecer pouco modesto, mas sim, acho que existe conteúdo para mais um filme, só não vou falar do nome da música, mas esse é o plano”, admite.
 
De acordo com o diretor, René Sampaio, o filme buscará a essência de Brasília no diálogo entre distintos(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
De acordo com o diretor, René Sampaio, o filme buscará a essência de Brasília no diálogo entre distintos (foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
 
 
Sobre a conexão entre os filmes, Sampaio diz que se limita à capital. “Eu não consigo enxergar um processo de evolução no sentido prático (entre um filme e o outro), mas existe um processo de diálogo com cidade, com a essência do brasiliense. Eu tenho uma questão muito profunda com a cidade, com meu nascimento aqui”, argumenta. O diretor ainda completa destacando as diferenças: “Esse filme será mais solar do que o Faroeste, mais leve, e o grande tema é ver como a gente consegue conviver em universos antagônicos, como diferentes podem aprender com si, enfim, sobre tolerância”.

Expansão da música

Mesmo não existindo na música do Legião Urbana, o novo filme de Sampaio aposta em uma importante personagem: Karina, irmã de Mônica, interpretada por Bruna Spínola. “Ela é uma personagem importante na história porque a relação dela com a família traz algumas transformações. Ela é inspirada na Jane Fonda, então ela é uma professora de ginástica da época, dos anos 1980 (época em que o filme se passa), então eu acabei pesquisando muita coisa sobre isso, muita coisa da Jane Fonda, assisti as aulas. Ela é muito alegre e colorida, os figurinos são incríveis (os da Karina), está sendo uma boa experiência”, revela a atriz.
 
A atriz Bruna Spínola interpretará Karina, irmã de Mônica(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
A atriz Bruna Spínola interpretará Karina, irmã de Mônica (foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

 
Para Bruna, a vivência com as canções do Legião foi fator decisivo para a composição de Karina. “A primeira vez que eu ouvi essa música, tinha uns 9 anos. Eu era criança e sozinha eu entendi que era uma historinha, eu fui percebendo e adorei a música. Aí, chamei minha mãe e, como eu não entendia algumas coisas ela foi me explicando, então desde aí virei fã do Legião. Enfim, sei cantar todas as músicas, Faroeste, que era uma música enorme, sei cantar inteira. Não sei como eu aprendi e nem quando, mas foi na adolescência. Meus amigos ouviam. Acho que Legião é atemporal né, porque hoje em dia vejo crianças com 10 anos, as minhas sobrinhas, elas cantam, elas gostam, elas conhecem”, sustenta.

A atriz ainda aproveita para contar um pouco sobre a ambientação do filme: “Existe uma preocupação muito grande em retratar a Brasília de 1986, que é o ano em que se passa o filme. Então, a equipe veio pra cá um tempo antes e existe uma pesquisa profunda”.

A intérpreta de Karina está com a expectativa alta em relação à produção: “Eu acho que o filme vai ficar lindo, pelo que eu vi. Mas essa primeira semana foi ótima, a equipe é muito afinada, grande parte da equipe era do Faroeste. Eu não fiz, mas conheço grande parte da equipe de trabalhos no Rio de Janeiro, tem muita gente daqui também e a equipe se deu superbem, o set tá fluindo, tá super afinado e ta sendo um prazer”.

Uma visão de Brasília 

Responsável pela Fotografia de Eduardo e Mônica, o carioca Gustavo Hadba, também contou os desafios de trabalhar a identidade visual de Brasília. “Não existe nenhum truque, o grande desafio na verdade é tentar captar a capital de uma forma original, porque é um lugar muito retratado, o nosso dever é tentar buscar essa originalidade”, argumenta.
 
O diretor de fotografia, Gustavo Hadba, a produtora Bianca de Felippes e o diretor René Sampaio(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
O diretor de fotografia, Gustavo Hadba, a produtora Bianca de Felippes e o diretor René Sampaio (foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)


Assim como revelou Sampaio, Hadba – que também estava na equipe de Faroeste Caboclo – esclarece que o recurso técnico da fotografia será fundamental para diferenciar o segundo do primeiro filme. “A ideia é que seja uma fotografia mais leve, com relação ao outro filme, com mais contraste. Existe muita conversa em relação a isso, também porque o René é um profissional que sabe pedir, mas principalmente que sabe escultar, é uma boa relação”.
 

Confira o trailer de Faroeste Caboclo, o último filme de René Sampaio, que antecede Eduardo e Mônica

 
*Estagiários sob supervisão de Adriana Izel 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade