Publicidade

Correio Braziliense

Festival de Gramado anuncia filmes selecionados para competitiva

Evento, que ocorre na Serra Gaúcha, entre 17 e 25 de agosto, selecionou nove produções brasileiras, além de duas coproduções com o Brasil


postado em 10/07/2018 12:49

Aly Muritiba, que já conquistou prêmios em Brasília, agora compete, em Gramado, por Ferrugem(foto: Grafo Audiovisual/ Divulgação)
Aly Muritiba, que já conquistou prêmios em Brasília, agora compete, em Gramado, por Ferrugem (foto: Grafo Audiovisual/ Divulgação)

 

Foram divulgados nesta terça-feira (10/7) os filmes selecionados para o 46º Festival de Cinema de Gramado. Entre longas e curtas-metragens, ao todo, 48 produções nacionais e internacionais serão exibidas no evento que ocorre entre os dias 17 e 25 de agosto. 

 

De acordo com Marcos Santuario, por meio de nota da assessoria do festival, a curadoria buscou “seleção que dialoga com o que estamos vendo atualmente nas produções brasileiras e latino-americanas, seja em estética, narrativa ou temática”. Santuario é curador ao lado do crítico de cinema Rubens Ewald Filho e da cineasta argentina Eva Piwowarski.

 

Os filmes selecionados são distribuídos nas categorias longas-metragens brasileiros, longas-metragens estrangeiros, curta-metragens brasileiros e curta-metragens gaúchos.

 

Destaque para as produções nacionais Ferrugem, de Aly Muritiba, e Benzinho, de Gustavo Pizzi, que foram selecionados para o norte-americano Festival de Sundance, um dos mais importantes festivais voltados ao cinema independente. Mormaço, de Marina Meliande, passou pelos festivais de Monique e Rotterdam

 

Este ano, o Festival de Cinema de Gramado concederá o Troféu Eduardo Abelin ao animador Carlos Saldanha, indicado duas vezes ao Oscar em carreira internacional. Ney Lattoca será homenageado com o Troféu Cidade de Gramado.

 

 

Confira a seleção do 46º Festival de Cinema de Gramado

 

 

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

 

 

- 10 Segundos para vencer (RJ), de José Alvarenga Jr.

 

 

- O banquete (SP), de Daniela Thomas

 

 

- Benzinho (RJ), de Gustavo Pizzi

 

 

- A cidade dos piratas (RS), de Otto Guerra

 

 

- Correndo atrás (RJ), de Jeferson De

 

 

- Ferrugem (PR), de Aly Muritiba

 

 

- Mormaço (RJ), de Marina Meliande

 

 

- Simonal (RJ), de Leonardo Domingues

 

 

- A voz do silêncio (SP), de André Ristum

 

 

 

 

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS

 

 

- Averno (Bolívia/Uruguai), de Marcos Loayza

 

 

- Las herederas (Paraguai/Brasil/Uruguai/França/Alemanha), de Marcelo Martinessi

 

 

- Mi mundial (Uruguai/Argentina/Brasil), de Carlos Morelli

 

 

- Recreo (Argentina), de Hernán Guerschuny e Jazmín Stuart

 

 

- Violeta al fin (Costa Rica/México), de Hilda Hidalgo

 

 

 

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

 

 

- À tona (DF), de Daniella Cronemberger

 

 

- Apenas o que você precisa saber sobre mim (SC), de Maria Augusta V. Nunes

 

 

- Aquarela (MA), de Thiago Kistenmacker e Al Danuzio

 

 

- Catadora de gente (RS), de Mirela Kruel

 

 

- Estamos todos aqui (SP), de Chico Santos e Rafael Mellim

 

 

- Um filme de baixo orçamento (SP), de Paulo Leierer

 

 

- Guaxuma (PE), de Nara Normande

 

 

- Kairo (SP), de Fabio Rodrigo

 

 

- Majur (MT), de Rafael Irineu

 

 

- Minha mãe, minha filha (SP), de Alexandre Estevanato

 

 

- Nova Iorque (PE), de Leo Tabosa

 

 

- Plantae (RJ), de Guilherme Gehr

 

 

- A retirada para um coração bruto (MG), de Marco Antonio Pereira

 

 

- Torre (SP), de Nádia Mangolini

 

 

CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS – PRÊMIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

 

 

- À sombra (Canoas), de Felipe Iesbick

 

 

- O abismo (Sapucaia do Sul), de Lucas Reis

 

 

- Antes do lembrar (Porto Alegre), de Luciana Mazeto e Vinícius Lopes

 

 

- Coágulo (São Leopoldo), de Jéssica Gonzatto

 

 

- O comedor de sementes (São Leopoldo), de Victoria Farina

 

 

- Um corpo feminino (Porto Alegre), de Thais Fernandes

 

 

- Entre sós (Porto Alegre), de Caetano Salerno

 

 

- Fè mye talè (Encantado), de Henrique Both Lahude

 

 

- A formidável fabriqueta de sonhos menina Betina (Pelotas), de Tiago Ribeiro

 

 

- Gasparotto (Porto Alegre), de Zeca Brito

 

 

- Grito (Santa Maria), de Luiz Alberto Cassol

 

 

- Maçãs em fogo (Porto Alegre), de Bruno de Oliveira

 

 

- Movimento à margem (Porto Alegre), de Lícia Arosteguy e Lucas Tergolina

 

 

- Mulher ltda (Canoas), de Taísa Ennes

 

 

- Nós montanha (Porto Alegre), de Gabriel Motta

 

 

- Pelos velhos tempos (Porto Alegre), de Ulisses da Motta

 

 

- Sem abrigo (Porto Alegre), de Leonardo Remor

 

 

- Subtexto (Caxias do Sul), de Cristian Beltrán

 

 

- Vinil (Porto Alegre), de Catherine Silveira de Vargas e Valentina Peroni Freire Barata

 

 

- O viúvo (Porto Alegre), de Luiz Carlos Wolf Chemale 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade