Publicidade

Correio Braziliense

Últimos dias para as inscrições no Mapa Design Brasília

As inscrições podem ser realizadas até 15 de julho por designers brasilienses


postado em 10/07/2018 17:40 / atualizado em 10/07/2018 17:47

Trabalhos realizados por designers brasilienses foram selecionados pelo Mapa Design(foto: Mapa Design/Divulgação)
Trabalhos realizados por designers brasilienses foram selecionados pelo Mapa Design (foto: Mapa Design/Divulgação)
 
O prazo final para o cadastro de designers e sssociações no Mapa Design Brasília se aproxima. Serão aceitas inscrições realizadas até 15 de julho. O intuito do projeto é divulgar os trabalhos dos profissionais brasilienses por meio de um catálogo e de um site. 

Profissionais experientes e iniciantes de Taguatinga, Sobradinho, Águas Claras e Plano Piloto já adentraram no programa. Escolas, estúdios e entidades também estão envolvidos no Mapa do Design Brasiliense. Atuantes do design virtual, digital e impresso estão sendo aceitos. De produtos da moda, mobílias, jóias e serviços, também. Já os projetos designados para áreas como artesanato, arquitetura, fotografia e artes plásticas não estão sendo considerados.

Para se inscrever, é necessário enviar um portfólio com imagens e uma minibiografia explicando o trabalho. Depois, o projeto passa por uma análise na qual é verificada a profissionalidade e originalidade do trabalho. Por fim, o artista é adicionado ao mapa que estará disponível para todo o Brasil, em versões on-line e física. A expectativa é que o número de inscritos cresça nessa reta final do projeto. “Esperamos ter muitos interessados ainda”, disse Raquel Chaves, coordenadora do Mapa, em nota à imprensa. A data prevista de lançamento do Mapa Digital é 14 de agosto de 2018. 

Cidade criativa do design


Recentemente, Brasília foi reconhecida como a Cidade Criativa do Design, pela Unesco, sendo uma das novas integrantes da Rede de Cidades no Mundo. Em declaração ao Correio, o secretário de Turismo do Distrito Federal, Jaime Recena, destacou a importância do título para a cidade. “Esse título é importante e vai permitir que Brasília participe de uma rede internacional de trocas de políticas públicas nessa área”, declarou.  

Segundo Raquel Chaves, coordenadora do Mapa, em nota à imprensa a ideia é tornar os trabalhos de Brasília conhecidos nacionalmente e depois internacionalizar. “Estamos focados em mostrar a riqueza de profissionais atuantes por todo o DF e que possuam linguagem própria, demonstrando inovação e qualidade em seus projetos. Futuramente, iremos criar versões em outros idiomas, para assim, divulgar internacionalmente os trabalhos criativos da nossa cidade”, afirmou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade