Publicidade

Correio Braziliense

FLIP 2018 inclui batalha de poesias na programação

Novo gênero marcará presença no evento literário com debates e batalhas


postado em 11/07/2018 10:35 / atualizado em 11/07/2018 16:13

A 16ª edição da FLIP ocorrerá de 25 a 29 de julho neste ano(foto: Andre Conti/Flickr)
A 16ª edição da FLIP ocorrerá de 25 a 29 de julho neste ano (foto: Andre Conti/Flickr)

 

O Programa Educativo da FLIP, Festa Literária Internacional de Paraty, incluiu no cronograma de atividades da feira um dos destaques da programação alternativa que o Sesc promove, a batalha de poesias. Também conhecida como Slam, a prática tem se diversificado no cenário urbano brasileiro e é um dos destaques da programação da FLIP. O slam mistura o ritmo e a poesia sem batidas eletrônicas. O objetivo é despertar na plateia a reflexão e a atitude política. 

 

Entre os nomes inclusos na programação, estão o poeta, escritor e dramaturgo Luiz Silva, o Cuti, grande militante e nome da literatura afro-brasileira; a slammer e poeta Letícia Brito e a poetisa Isabella Puente, a Bell Puã. A literatura oral, que ganha cada vez mais espaço, será um dos temas de debate entre os convidados. O DJ Marcelo Pino e a escritora Elisa Poeta oferecerão uma oficina de Literapia.

 

Para incrementar a experiência de slam, os grupos Slam de Quinta e Slam das Minas de Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulo comandarão a Saraivada Batalha de Slam pelas ruas de Paraty.

 

SERVIÇO

Saraiva da Batalha

Largo de Santa Rita, Paraty RJ. Nos dias 26 e 27 de julho, às 19h. Encontro com os grupos Slam de Quinta e Slam das Minas de Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulonas ruas de Paraty.

 

Apresentação e oficina com Isabella Puente

BiblioSesc - Pontal da Areia - Paraty - RJ. No dia 26 de julho, às 16h. Oficina com a vencedora do campeonato brasileiro de poesia falada, Bell Puã. Classificação indicativa livre.

 

Café Literário "Liberdade: vez da voz!"

Rua Dona Geralda, 15, Centro Histórico - Paraty - RJ. No dia 28 de julho, às 11h. Conversa com o poeta e dramaturgo Luiz Silva, o Cuti, e poeta e slammer Letícia Brito. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade