Publicidade

Correio Braziliense

Contos de Machado de Assis ganham edição em inglês

Volume com 76 contos do Bruxo do Cosme Velho chega às livrarias de língua inglesa


postado em 11/07/2018 15:04

Contos de Machado de Assis ganharam coletânea em inglês (foto: Biblioteca Nacional Digital do RJ)
Contos de Machado de Assis ganharam coletânea em inglês (foto: Biblioteca Nacional Digital do RJ)
 
Machado de Assis acaba de chegar às prateleiras dos países de língua inglesa em uma bem-cuidada edição que reúnes textos de sete livros do autor. Com um total de 960 páginas, The collected stories of Machado de Assis nasceu do esforço conjunto de dois tradutores e reúne 76 contos que trazem um panorama das temáticas abordadas pelo escritor ao longo da vida. 


O crítico Michael Wood, que assina o prefácio, invoca autores como  Vladimir Nabokov, Anton Tchekov e Ítalo Calvino para falar da importância do escritor. Susan Sontag, é bom lembrar, já havia dito que Machado era o maior escritor da América Latino e Stefan Zweig chegou a compará-lo a Charles Dickens, enquanto Philip Roth preferiu aproximá-lo de Samuel Beckett. É um leque de estilos e gêneros tão vasto que intriga os leitores estrangeiros. 


Em análise para o The New York Times, a crítica Parul Sehgal repara que Machado causa uma certa confusão no mundo da língua inglesa e chama o autor de inclassificável. Lembra que ele foi um romântico antes de se transformar em um perverso irônico e repara que, apesar de genial, pouco fala sobre a escravidão e quase não evoca as paisagens brasileiras. Machado é, avisa a crítica, um observador dos costumes da elite brasileira do início do século 20 e é sobre ela que derrama toda sua ironia. 


O livro também traz uma introdução assinada pelos tradutores, Robin Patterson e Margaret Jull Costa, tradutora de José Saramago e Eça de Queirós. É com propriedade que eles observam como Machado de Assis escreve em um português simples e direto, mas com uma escolha tão precisa de palavras que acaba por desenvolver um estilo extremamente elegantes. Essa não é a primeira vez que a obra do Bruxo do Cosme Velho ganha tradução para o inglês. Editoras britânicas e americanas já publicaram os principais romances, como Memórias póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro, além de coletâneas de contos que incluem O alienista. 



The Collected Stories of Machado de Assis

De Joaquim Maria Machado de Assis. Traduzido para o inglês por  Margaret Jull Costa and Robin Patterson. Liveright Publishing, 930 páginas. US$ 35

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade