Publicidade

Correio Braziliense

Inscrições para projeto Grito do Livro e da Leitura terminam sexta

O projeto oferece curso para formar agentes com objetivo de estimular leitura e divulgar autores locais


postado em 19/07/2018 18:02 / atualizado em 19/07/2018 18:03

O projeto visa divulgar autores do DF, como Noélia Ribeiro(foto: Reprodução/Internet)
O projeto visa divulgar autores do DF, como Noélia Ribeiro (foto: Reprodução/Internet)

Encerra nesta sexta-feira (20/7) o recrutamento para formação de agentes e mediadores de leitura e de memória literária. O projeto Grito do Livro e da Leitura promove curso em que voluntários serão treinados para estimular a leitura de livros, hábito que gera conhecimento e contribui em processos cognitivos.

As aulas começam no próximo sábado (21/7) e seguem durante os sábados até 4 de agosto, das 9h às 17h, no espaço Território Criativo da Biblioteca Nacional. No último encontro, em 9 de agosto, haverá uma atividade na Feira do Livro da Câmara Legislativa com participação de escritores de Brasília. Os participantes receberão certificado de 30 horas ao fim do curso. Interessados devem se cadastrar preenchendo formulário on-line.

Na segunda etapa, os agentes vão, acompanhados de instrutores, atuar em comunidades urbanas e rurais, hospitais, creches, áreas de riscos, no Entorno e nas vizinhanças das cidades onde vivem. 

Segundo Cleide Soares, ativista cultural, bibliotecária e coordenadora do projeto, o objetivo é gerar “uma verdadeira onda de leitura no Distrito Federal, com os novos núcleos visitando casas e ruas, divulgando a Literatura produzida no Distrito Federal por autores premiados e também a literatura clássica”.

Durante a ação, os mediadores vão apresentar e divulgar o trabalho de autores do DF, tais como: Chico Alvim, Anderson Braga Horta, José de Almeida Júnior, Ronaldo Costa Fernandes, Marcio Cotrim, Nicolas Behr, Luis Turiba, João Almino, entre outros.

Escritores surgidos nas regiões administrativas também serão enaltecidos, a exemplo de Silvano Colli, de Planaltina; Toninho de Souza, de Sobradinho; Tatiana Escórcio, de Santa Maria; Maria Félix Fontele e Dinorá Cançado, de Taguatinga; e outros, como Jorge Amâncio, Vicente Sá, Rômulo Neves, Noélia Ribeiro, Barbara Morais. 

Ao fim de todos os módulos, os participantes vão receber livros para atuarem nas comunidades.

Datas e atividades:


21/7, das 9h às 17h: Elaboração de projetos de bibliotecas e pontos de Leitura e as fontes de apoio e financiamento

28/7, das 9h às 17h: Mediação de Leitura

4/8, das 9h às 17h: Memória Literária

9/8, à tarde: Encontro dos participantes com autores brasilienses na Feira do Livro da Câmara Legislativa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade