Publicidade

Correio Braziliense

Diretor de 'Guardiões da Galáxia' é demitido da Marvel após tuíte ofensivo

James Gunn foi responsável pelo roteiro e direção dos dois longas de 'Guardiões da Galáxia'


postado em 20/07/2018 17:50 / atualizado em 20/07/2018 17:50

James Gunn foi responsável pelos dois primeiros filmes de Guardiões da Galáxia (foto: Marvel/Divulgação )
James Gunn foi responsável pelos dois primeiros filmes de Guardiões da Galáxia (foto: Marvel/Divulgação )
 
O diretor James Gunn, responsável pela produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3, foi demitido da Marvel, após a descoberta de uma série de tuítes ofensivos em sua conta no Twitter. As publicações foram feitas entre 2008 a 2011 e faziam apologias a pedofilia e ao estupro. 

A demissão pegou todos de surpresa, principalmente os fãs do diretor, que o aguardavam em um dos estandes da San Diego Comic-con nesta sexta-feira (20/7). 

Em um texto publicado por James Gunn, o diretor explica o ocorrido, afirmando ter crescido como pessoa, durante esses últimos 10 anos. "Muitas pessoas que acompanharam minha carreira sabem que, quando eu comecei, me via como provocador, fazendo filmes e contando piadas ofensivas e falando de tabus. Como tenho discutido publicamente, à medida que cresci como pessoa, também desenvolvi meu trabalho e meu humor", explica o diretor. 

Em entrevista ao jornal The Hollywood Reporter, o diretor da Walt Disney Studios, Alan Horn, se pronunciou sobre a demissão de James Gunn. "As atitudes e declarações ofensivas descobertas no Twitter de James são indefensáveis e inconsistentes com nossos valores, e danificaram nossa relação com ele", afirmou Horn.  

A Marvel Studios ainda não se pronunciou sobre as alterações na produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3, que dever iniciar as filmagens ainda em 2018. O longa tem previsão de lançamento em 2020.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade