Publicidade

Correio Braziliense

Dois estudantes brasilienses são contemplados com bolsas do Grammy Latino

O baixista Breno Rocha Ferrari e o violonista João Vitor Perussi estão entre os oito brasileiros que ganharam bolsas para frequentar universidades prestigiadas no mundo e estudar música


postado em 26/07/2018 12:54

O baixista brasiliense Breno Rocha Ferrari está entre os selecionados(foto: Facebook/Reprodução)
O baixista brasiliense Breno Rocha Ferrari está entre os selecionados (foto: Facebook/Reprodução)

Oito estudantes brasileiros foram contemplados pelas bolsas da Fundação Cultural Grammy Latino, que permite o estudo musical em universidades prestigiadas do mundo. A lista do beneficiados foi divulgada nesta quinta-feira (26/7).

Dentre os brasileiros, dois são jovens brasilienses. São eles, o baixista Breno Rocha Ferrari, que atualmente mora em São Paulo, e o violonista João Vitor Perussi, que estudou na Universidade de Brasília e hoje mora em Boston, nos Estados Unidos.

Os dois contarão com a Bolsa de Assistência para Matrícula, que teve 40 jovens pelo mundo contemplados, tem um custo máximo de US$ 10 mil e é usada para financiar os custos da matrícula inicial de educação musical em universidades dedicados ao estudo, como a Faculdade de Música Souza Lima (São Paulo), o Centre de Musiques Didier Lockwood (França) e o Berklee College of Music (EUA).

Completam a lista de brasileiros: Camila Roza (voz), Daniel Tenes (bateria), Estefane de Souza Santos (trompete), Gustavo Miorim (bateria), Herbert de Lima (sax alto) e Samuel Frois (violino).

Já a Bolsa Talento para Matrícula, com valor máximo de US$ 100 mil, foi destinada para três estudantes estrangeiros: Ricardo Matute (Colômbia), Froylan Saul Ojeda (México) e Gilmarie Villanueva (Porto Rico). Além disso, a a colombiana Nicolle Horbarth recebeu a Bolsa Carlos Vives, no valor US$ 200 mil, o que lhe permitirá frequentar a Berklee College of Music em Boston.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade