Publicidade

Correio Braziliense

Filmaê - Festival de Cinema Móvel de Brasília abre inscrições

Festival cinematográfico receberá produções feitas com dispositivos móveis


postado em 31/07/2018 12:30 / atualizado em 31/07/2018 12:35

O evento ocorre de 16 a 18 de novembro(foto: Divulgação/Filmaê - 1º Festival de Cinema Móvel de Brasília)
O evento ocorre de 16 a 18 de novembro (foto: Divulgação/Filmaê - 1º Festival de Cinema Móvel de Brasília)
 
A primeira edição do Filmaê - Festival de Cinema Móvel de Brasília está com inscrições abertas para produções com dispositivos móveis, como celular, tablet ou câmeras de ação (GoPro). O evento pioneiro na América Latina, será no recém-inaugurado Espaço Cultural Renato Russo (W3 - 508 Sul), de 16 a 18 de novembro de 2018. As inscrições podem ser feitas até 15 de outubro no site do festival, evento é aberto ao público.

Cineastas, estudantes ou admiradores, brasileiros ou não, podem participar do festival com filmes de 1 a 10 minutos, produzidos a partir de janeiro de 2016. Todas as câmeras usadas nas produções devem ser de dispositivos móveis, em resolução HD ou superior, no formato widescreen ou na posição vertical.
 
A mostra competitiva selecionará 40 filmes do Brasil, de brasileiros que residam no exterior ou de estrangeiros que residam no Brasil há pelo menos dois anos. Além disso, terá uma mostra internacional não competitiva de filmes produzidos com dispositivos móveis no mundo.

O júri do festival escolherá os melhores filmes em cinco gêneros e premiará o melhor filme na posição vertical, melhor filme de Brasília, melhor filme infanto-juvenil (de 8 a 12 anos) e melhor filme juvenil (de 13 a 17 anos). Confira os gêneros que serão premiados:
 
  • Melhor filme de ficção
  • Melhor documentário
  • Melhor videoclip
  • Melhor reportagem de mídia alternativa
  • Melhor filme experimental

"Queremos incentivar as pessoas a produzirem e mostrar que é possível, sim, adentrar-se no mercado cinematográfico com um celular na mão", comentou Fernando Campo, coordenador geral do festival em nota oficial.

Além das mostras, o evento contará com quatro oficinas para mostrar ao público como é possível e divertido criar conteúdos audiovisuais de qualidade utilizando apenas o smartphone ou tablet. São elas: 
  • Oficina de produc%u0327a%u0303o audiovisual - Te%u0301cnicas de gravac%u0327a%u0303o com dispositivos mo%u0301veis e a utilização de acessórios para smartphones e tablets;
  • Oficina de produc%u0327a%u0303o de mu%u0301sica e trilhas sonoras a partir de smartphones e tablets;
  • Edic%u0327a%u0303o de imagens, po%u0301s-produc%u0327a%u0303o e finalizac%u0327a%u0303o em tablets;
  • Oficina de fotografia e filmagens com smartphones direcionada a participantes da terceira idade
Palestras e debates serão realizadas sobre temas como: 
  • Narrativas independentes. O jornalismo militante que utiliza o telefone como ca%u0302mera e a conexa%u0303o 4G como canal ao vivo. Para o debate sera%u0303o convidados representantes dos coletivos de mi%u0301dias atuantes no Brasil;
  • A ca%u0302mera em todos os bolsos  - Uma revoluc%u0327a%u0303o cinematogra%u0301fica na ma%u0303o de todos? O uso de dispositivos móveis no jornalismo tradicional;
  • O uso de dispositivos mo%u0301veis no jornalismo tradicional, com participação de jornalistas de grandes emissoras de TV que fazem uso dos smartphones como ferramenta dia%u0301ria e indispensa%u0301vel na produc%u0327a%u0303o de suas mate%u0301rias jornali%u0301sticas;
  • O uso de dispositivos móveis na infância.
No site, o público poderá informar-se sobre regulamentos, programação, premiações, espaço para inscrições dos filmes e acesso à votação popular.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade