Publicidade

Correio Braziliense

Livro retrata história de time de futebol dos anos 1960 em Taguatinga

Meta Clube: Um tributo à amizade conta histórias do time de futebol formado por amigos do colégio CEMAB


postado em 10/08/2018 15:20 / atualizado em 10/08/2018 15:21

Capa do livro Meta clube(foto: Divulgação)
Capa do livro Meta clube (foto: Divulgação)

 

A história começa em Taguatinga em um colégio, o Centro de Ensino Médio Ave Branca, também conhecido como CEMAB, no começo de 1960. Alunos e professores, na época, tinham uma relação estreita que ultrapassava as salas de aula. Os periódicos encontros de classe eram bem mais do que somente matemática e física. A amizade construída nessa relação deu origem ao Meta Clube, formado por mestres e estudantes de Taguatinga. 

 

Na época, o time disputava campeonatos regionais e conciliava as atividades dentro de campo com o estudo. Um laço fraternal se formou. Depois de um tempo, cada um tomou um rumo na vida, o caminho natural após terminar o colégio. Mas o sentimento de time, de equipe, nunca acabou. E foi eternizado em um livro. 

 

O livro Meta Clube: Um tributo à amizade resgatou os jogadores do clube, mais de 50 anos depois, para contar histórias da época em que ainda atuavam e também registrar o carinho para com os amigos. Muitos já morreram, outros não foram encontrados, mas a realização da produção literária não foi um problema. 

 

Cleber Nunes Barbosa, que hoje em dia é um perito criminal aposentado, era o goleiro da companhia. Ele relembrou a história do ano em que não levou nenhum gol de pênalti no livro. História essa que fez sucesso pela cidade de Taguatinga na época. O principal objetivo não é o reconhecimento, mas as lembranças da história. 

 

A reunião de pessoas de todos os cantos do Brasil e a homenagem aos que já partiram estão reunidas no livro. "A intenção é deixar um legado para nossos filhos e netos. Um registro da nossa história em Taguatinga. Antigamente os alunos tinham carinho com a instituição e com os docentes", relembra o ex-goleiro. 

 

Os amigos se reúnem pelo menos uma vez por mês e todo fim de ano acontece uma celebração da amizade de mais de 50 anos. O livro demorou menos de três meses para ficar pronto e não será vendido. Com poucos exemplares, apenas mil, os jogadores estão fazendo uma distribuição gratuita para familiares e colegas. 

 

Redigido por Cléia Gerin, com a produção e coordenação de Mílton Barbosa Rodrigues, Moacir Carlos de Menezes da Costa e Jairo Santos de Queiroz, o livro será lançado em 18 de agosto, no Zezinho carne de sol, em Taguatinga. A maioria dos participantes do livro estará presente. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade