Publicidade

Correio Braziliense

Fábio Assunção, que completa 48 anos, publica foto com legenda reflexiva

Para o ator, a importância do aniversário está em 'celebrar o presente'


postado em 10/08/2018 15:42 / atualizado em 10/08/2018 15:42

'Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo', diz em trecho(foto: Reprodução/Instagram)
'Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo', diz em trecho (foto: Reprodução/Instagram)

 
Fábio Assunção completa 47 anos nesta sexta-feira (10/8) e, para registrar a data, postou uma foto no Instagram diante de um espelho, em cuja legenda faz reflexão sobre o que significa “fazer aniversário”.

O ator chega a conclusão de que não se trata de pensar no futuro ou no passado: é “celebrar o presente”. Fala sobre desfrutar o que há de bom e de ruim no tempo em que se vive.

O ator, que volta e meia se envolve em escândalos, sobretudo por consumo de drogas, diz em trecho que “me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo”.

Por fim, justifica o que chamou de texto longo e chato dizendo ainda amar. Completa revelando desejo de querer aprender.

Veja o texto na íntegra


“Não sei direito o que é fazer aniversário. Encontrar amigos, amores, família? Sim, é isso. O que mais? Pensar no que vivemos ou projetar um futuro? Celebrar o presente, melhor. Mergulhar pra dentro, sentir prazer com as conquistas, jogar fora o que não deu certo, estabelecer novas metas? A vida é mais fácil que um aniversário e mais difícil do que imaginávamos nos primeiros anos. Era a hora das coisas andarem assim, sem esforço; mas sem esforço a vida não anda. Não quero nada que eu não possa celebrar todo dia. Quero celebrar até o que dói, quero celebrar a intensidade de viver e, claro, viver disponível a tudo o que me faz bem. O bem não é algo ilusório e utópico. O bem é caminhar, ressignificando a cruz em uma mochila cheia de coisas que não existem mais. Uma bagagem leve pra quem quer andar com o foco no mundo e não num banco pra se sentar. Poderia ter todos os dons do mundo, mas me satisfaço com a gratidão, afinal nada é meu e tudo está dentro de mim, vivo, sempre transformador, nessa terra cheia de coisas lindas no meio das coisas que não atormentam mais. Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo. E hoje, é só mais um dia desses em que desejo sorrir moderadamente. Se um dia não amar mais, deixarei de escrever coisas longas e chatas... Que venham todos os mistérios do mundo me ensinar um novo olhar. Esse chamado é universal".
 

Não sei direito o que é fazer aniversário. Encontrar amigos, amores, família? Sim, é isso. O que mais? Pensar no que vivemos ou projetar um futuro? Celebrar o presente, melhor. Mergulhar pra dentro, sentir prazer com as conquistas, jogar fora o que não deu certo, estabelecer novas metas? A vida é mais fácil que um aniversário e mais difícil do que imaginávamos nos primeiros anos. Era a hora das coisas andarem assim, sem esforço; mas sem esforço a vida não anda. Não quero nada que eu não possa celebrar todo dia. Quero celebrar até o que dói, quero celebrar a intensidade de viver e, claro, viver disponível a tudo o que me faz bem. O bem não é algo ilusório e utópico. O bem é caminhar, resignificando a cruz em uma mochila cheia de coisas que não existem mais. Uma bagagem leve pra quem quer andar com o foco no mundo e não num banco pra se sentar. Poderia ter todos os dons do mundo, mas me satisfaço com a gratidão, afinal nada é meu e tudo está dentro de mim, vivo, sempre transformador, nessa terra cheia de coisas lindas no meio das coisas que não atormentam mais. Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo. E hoje, é só mais um dia desses em que desejo sorrir moderadamente. Se um dia não amar mais, deixarei de escrever coisas longas e chatas... Que venham todos os mistérios do mundo me ensinar um novo olhar. Esse chamado é universal.

Uma publicação compartilhada por Fabio Assunção (@fabioassuncaooficial) em

 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade