Publicidade

Correio Braziliense

Clipes de animação estão entre as apostas de artistas de Brasília

Dona Cislene e O Tarot estão entre as bandas que decidiram produzir vídeos no formato. Conheça os responsáveis pelos clipes


postado em 19/08/2018 07:20

Cena do clipe Anunnaki, da banda Dona Cislene, produzido por Edyelk Lucas(foto: Youtube/Reprodução/D.A Press)
Cena do clipe Anunnaki, da banda Dona Cislene, produzido por Edyelk Lucas (foto: Youtube/Reprodução/D.A Press)

Com 100 anos de história no cenário cinematográfico brasileiro, as animações, vez ou outra, ganham espaço em outros âmbitos. É o caso dos videoclipes, que nos últimos anos voltaram a ser materiais estratégicos para os artistas do mundo da música. Pensando em apresentações diferenciadas de clipes, só neste ano de 2018, três artistas da capital federal decidiram produzir vídeos no formato animado.

Teu popô, de Hodari , rendeu mais de um milhão de acessos, enquanto Anunnaki, da Dona Cislene, garantiu mais de 15 mil visualizações, ambos no YouTube. Nos dois casos, a escolha dos artistas foi em traduzir a canção em formato animado. “Chamamos um amigo animador. Nós queríamos algo diferente, ele topou e fez em duas semanas. Realmente, foi diferente de tudo que a gente já tinha feito”, lembra Guilherme de Bem, da banda Dona Cislene.

A animação do videoclipe do single Anunnaki ficou por conta do motion designer Edyelk Lucas de Sousa, 25 anos, que trabalhou ao lado do amigo Matheus Castro, mais conhecido como Micas. “Anteriormente, eu tinha feito um trabalho para a festa Surreal e o pessoal da banda conheceu o meu trabalho por ele, ficou interessado e quis algo parecido”, revela Edyelk.



Com um roteiro da própria banda em mãos, Edyelk, ao lado de Micas, começou a trabalhar em cima da ideia da música, que faz uma crítica à sociedade e ao próprio ser humano e cita uma raça alienígena, para o clipe. No vídeo, cenas de um homem caminhando e pedindo para ser levado para outro planeta, mescladas com imagens da banda tocando a faixa. “Fomos construindo a estética do clipe e a ordem do que iria acontecer. Criamos uma historinha”, explica o artista. O trabalho foi feito em tempo recorde, em menos de 20 dias.

Construção conjunta

Cena do clipe A corte e a realeza, da banda O Tarot, produzido por Leonardo Ferreira(foto: Youtube/Reprodução)
Cena do clipe A corte e a realeza, da banda O Tarot, produzido por Leonardo Ferreira (foto: Youtube/Reprodução)


Single do álbum Ilha de vidro, da banda O Tarot, o clipe de A corte e a realeza, com mais de 700 visualizações no YouTube, também é uma animação, mas tudo aconteceu de forma despretensiosa. O vídeo foi criado pelo estudante Leonardo Ferreira e outros colegas da faculdade de publicidade e propaganda do IESB, inicialmente como parte de um trabalho da universidade, o projeto integrador.

“A primeira proposta do clipe era um teatrinho de cordel com um passarinho no mesmo plano, numa sequência. Fui desenhando e percebi que seria legal criar novos planos. Foi um pouco um tiro no escuro”, lembra Leonardo Ferreira. Após a entrega do trabalho universitário, a banda ficou tão empolgada com o trabalho que convidou o estudante para fazer uma versão oficial do vídeo da canção.



“Eles me contrataram para fazer o clipe de uma forma mais conjunta. Trabalhamos bem mais próximo dessa vez e contei muito com a revisão da Isabela Eichler, que é da banda (e fez a codireção do clipe). A gente foi trabalhando assim até lançar de fato ao clipe, que ficou bem diferente do original e mais bonito”, completa Ferreira. No videoclipe lançado, uma menina se olha no espelho e depois segue para o plano de um pássaro percorrendo vários caminhos até se encontrar com essa jovem. “Gostei muito de trabalhar com animação, foi algo interessante, mas não sei qual será o meu futuro”, afirma o estudante.

Produzido em São Paulo
Apesar de ser um artista brasiliense, o clipe de Teu popô, de Hodari, foi animado pelo paulista Leandro Tadeu. O clipe faz uma referência a jogos de fliperama, sucesso nos anos 1990, e mostra o cantor caminhando por diferentes locais, enquanto a letra da música aparece nas imagens.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade