Publicidade

Correio Braziliense

Morre aos 91 anos o dramaturgo americano Neil Simon

Simon se tornou uma lenda do teatro americano graças a obras como 'The Odd Couple','The Sunshine Boys,' 'Descalços no Parque' e 'Lost in Yonkers'


postado em 26/08/2018 15:42

(foto: AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / FREDERICK M. BROWN)
(foto: AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / FREDERICK M. BROWN)
Nova York, Estados Unidos
-O prolífico dramaturgo americano Neil Simon, o escritor com mais indicações ao Oscar e ao Tony, morreu neste domingo (26) aos 91 anos, segundo informações da imprensa.

Simon se tornou uma lenda do teatro americano graças a obras como "The Odd Couple","The Sunshine Boys," "Descalços no Parque" e "Lost in Yonkers."

Nascido em Nova York e criado durante a época da Grande Depressão, Simon faleceu devido a complicações derivadas de uma pneumonia, explicou Bill Evans, seu amigo de longa data, para a ABC News.

A maior parte de seu trabalho focava na luta diária da classe média, o que usava para explorar o que ele chamava de "guerras domésticas" e o conflito inter familiar.

Conhecido por salpicar suas obras com uma grande dose de frases espirituosas, Simon ganhou o apelido de rei da comédia.

Seu trabalho teve tanta repercussão que, em 1983, ganhou a honra de batizarem uma sala com o seu nome em Nova York, o Teatro Neil Simon.

Durante sua carreira, ganhou um Pulitzer, um Globo de Outro e três Tonys.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade