Publicidade

Correio Braziliense

Pabllo Vittar relembra bullying na escola e suporte da mãe

A cantora comentou o episódio no programa Altas Horas


postado em 02/09/2018 18:13 / atualizado em 02/09/2018 18:46

 

 

(foto: MAURO PIMENTEL)
(foto: MAURO PIMENTEL)

 

A cantora Pabllo Vittar chorou ao relembrar o bullying que sofreu em sua escola quando era uma criança, em entrevista ao Altas Horas, no sábado (1/09). "Da 5ª série até a 7ª eu estudava numa escola no interior do Pará. Foi muito difícil porque eu tinha 10 anos, uma criança gordinha, afeminada do cabelo grande, chega naquela sala com um monte de gente...", contou.

Em seguida, complementou: "Fui na escola muito contente porque todo mundo queria chegar na 5ª série, troquei de escola e (pensei): 'Nossa, vou fazer um monte de amigo novo'. No primeiro dia me bateram. E foi horroroso."

"Eu não tinha a quem recorrer. Tinha minhas irmãs que estudavam comigo. Os professores não faziam nada, a diretora não fazia nada. Eu lembro de ter chegado em casa chorando, muito triste: 'Mãe, não quero ir pra escola mais'", continuou.

Pabllo se emocionou e fez questão de valorizar a importância que o apoio de sua mãe teve em sua infância: "Minha mãe falou: 'Pabllo, você vai amanhã pra escola sim, porque a sua vida inteira vai ser desse jeito. Se você se esconder, vai ser pior.'".

A atitude da mãe de Pabllo rendeu elogios de outro convidado da noite, o cantor e compositor Gilberto Gil, que considerou-a uma "mulher à frente de seu tempo".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade