Publicidade

Correio Braziliense

Morre, aos 93 anos, em Hamburgo, o artista Almir Mavignier

O artista foi um dos primeiros abstratos brasileiros


postado em 05/09/2018 11:05 / atualizado em 05/09/2018 11:05

Às vésperas da abertura da Bienal de São Paulo morre o artista carioca que assinou o pôster da sétima edição da mostra internacional, em 1963, Almir Mavignier, aos 93 anos, em Hamburgo, onde morava. Mavignier, segundo seu marchand brasileiro Peter Cohn, da Dan Galeria, era diabético e morreu de complicações advindas de um tumor cerebral.

O artista foi um dos primeiros abstratos brasileiros e, nos anos 1950, seguiu para a Alemanha, onde foi aluno de Albers na Escola Superior da Forma em Ulm. Mavignier fez parte do grupo Zero ao lado de Yves Klein e Tinguely. Ele se naturalizou alemão em 1981 e participou da histórica mostra de op art do MoMA, em 1965.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade