Publicidade

Correio Braziliense

Morre, aos 92 anos, Beatriz Segall, a Odete Roitman de 'Vale tudo'

A causa da morte não foi divulgada, mas a atriz esteve hospitalizada em agosto por conta de uma pneumonia


postado em 05/09/2018 14:09 / atualizado em 05/09/2018 14:26


 
Ver galeria . 9 Fotos Beatriz Segall no documentário Fora do Figurino, dirigido por dirigido por Paulo PélicoRaiz Filmes/Divulgação
Beatriz Segall no documentário Fora do Figurino, dirigido por dirigido por Paulo Pélico (foto: Raiz Filmes/Divulgação )
 
Morreu, nesta quarta-feira (5/9), a atriz Beatriz Segall, aos 92 anos. A informação foi divulgada pelo Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A causa da morte ainda não foi revelada, mas Beatriz havia ficado internada um período em agosto no mesmo hospital por conta de problemas respiratórios e uma pneumonia. Beatriz Segall deixa três filhos.

O velório será realizado no hospital a partir das 19h, até por volta do 12h da quinta-feira (6). Em seguida, no mesmo dia, o corpo da atriz deve ser cremado em Cotia, na Grande São Paulo.  

Nascida no Rio de Janeiro em 25 de julho de 1926, Beatriz Segall era uma atriz de sucesso na televisão, tendo ficado marcada pela vilã Odete Roitman, da novela Vale tudo. Na carreira, teve raras, mas importantes participações no cinema, sendo a grande vocação da artista os palcos de teatro.

No currículo, passagens marcantes nos filmes À flor da pele (1976), que lhe rendeu o prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado, Pixote %u30FC  A lei do mais fraco (1981) e Desmundo (2003), exibido no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Já nas telinhas esteve em Dancin days, Água viva (1980), Sol de verão (1982) até chegar a Vale tudo, trama que está sendo reprisada atualmente no canal Viva. A última aparição da atriz na tevê foi na série Os experientes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade