Publicidade

Correio Braziliense

Dupla de grafiteiros alemães faz intervenção na Asa Sul

A Various & Gold vai realizar trabalho em parada de ônibus


postado em 14/09/2018 15:15 / atualizado em 14/09/2018 15:16

Obras da série City Skins(foto: Studio Various & Gold/V&G)
Obras da série City Skins (foto: Studio Various & Gold/V&G)
 
O grafite colorido e social da dupla alemã Various & Gould poderá ser visto em Brasília a partir deste sábado (15/9). Habituados a tatuar os muros de cidades como Berlim, Istambul e Nova York com desenhos que abordam temas como imigração, gênero, religião e crise global, eles desembarcam na capital para participar do projeto Conexão Berlim-Brasília, uma parceria do Goethe-Zentrum e do Sesc-DF. Além de oficinas, a dupla realiza uma intervenção na parada de ônibus da 504 Sul.

O bicentenário do nascimento de Karl Marx motivou o tema da intervenção programada para o Plano Piloto. Boa parte do trabalho do Various & Gold é realizada com serigrafia, mas as intervenções urbanas podem se transformar em performances. Os temas sociais também são uma característica. “A arte urbana está em locais pelos quais as pessoas passam todos os dias. Logo, é um excelente meio para falar de temas sociais. Mas também temos um monte de trabalhos que são puramente estéticos, o que é ótimo. Afinal, é arte de graça”, explicam os alemães, que respondem à entrevista em dupla. “Nós vamos pintar uma estação de ônibus na qual muita gente para e espera todos os dias. Com nosso mural, queremos modificar a parada e transformá-la um local bonito, mas com significado. Haverá um mix de elementos abstratos multicoloridos e um desenho simples e figurativo no topo.” 
 
Em Facetime, a dupla constrói rostos a partir de recortes de fotos(foto: Studio Various & Gold/V&G)
Em Facetime, a dupla constrói rostos a partir de recortes de fotos (foto: Studio Various & Gold/V&G)

 
Em Berlim, um dos centros da arte urbana hoje na Europa, há grafites do Various & Gold nos bairros mais emblemáticos da produção artística da cidade. É na capital alemã que eles desenvolvem boa parte de seus projetos, como a série Facetime, na qual criam rostos a partir de colagens de recortes de fotografias reais para falar de identidade e diversidade, ou City skins, na qual cobrem monumentos famosos das cidades com seus desenhos. Em entrevista ao Diversão & Arte, a dupla fala sobre o trabalho e a importância da arte urbana nas metrópoles contemporâneas. 

Performances também fazem parte do trabalho da dupla(foto: Studio Various & Gold/V&G)
Performances também fazem parte do trabalho da dupla (foto: Studio Various & Gold/V&G)


Entrevista: Various & Gold


Que diferença pode fazer o grafite no cotidiano da cidade?
Grafite e arte urbana são criações para o espaço público. A principal mensagem é participação, um valor muito democrático. Os artistas podem mostrar suas vozes e suas imagens. É uma espécie de diálogo público. E a arte das ruas é arte para as pessoas. É não exclusiva e é de graça. Está lá para tocar os corações e para dar um pequeno impulso à reflexão.  

Vocês escolheram uma temática que tem a ver com o bicentenário de Marx. Como o ele vai aparecer nos trabalhos?
Queremos explorar a relação entre a humanidade e o trabalho. E vamos fazer isso de forma artística e imaginativa. Em Brasília, não vamos fazer um retrato de Marx e não vamos celebrar Marx. Mas vamos nos inspirar por sua análise científica das condições do trabalho e dos processos de produção. Queremos pintar um jogo, uma peça metafórica sobre a relação do corpo humano com as partes das máquinas. O trabalho está mudando muito nos dias de hoje devido ao progresso mecânico e digital. Há boas mudanças e mudanças ruins. E as pessoas precisam se adaptar a isso. 

O que motiva vocês hoje a produzir?
Apesar de, às vezes, ser difícil, nós somos otimistas. Nós sempre queremos criar imagens novas e colocar em prática novos conceitos. Trata-se sempre de compartilhar ideias. 

Intervenção artística com  Various & Gould 
Sábado (15/9), a partir das 10h, no Sesc 504 Sul.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade