Publicidade

Correio Braziliense

Internautas fazem 'mutirão' para descurtir vídeo de Pabllo Vittar

Até agora, o vídeo acumula 285 mil reações positivas e 127 mil negativas


postado em 09/10/2018 15:15 / atualizado em 09/10/2018 15:19

 
 
Na última sexta-feira (5/10), a cantora Pabllo Vittar lançou Disk Me, primeiro clipe do novo álbum, Não para não. O vídeo (assista acima), que já ultrapassa 9 milhões de visualizações no YouTube, agora tem sido motivo de boicote nas redes sociais. Nos últimos dias, alguns usuários do Facebook e do Twitter têm se organizado para "descurtir" o vídeo no YouTube.

"Cadê a família bolsonariano reunindo para dar deslike nesse lixo que está em #2 em alta no Youtube", escreveu um usuário do Facebook. "Vamos dar uma prévia de como será o segundo turno dando aquele 'dislike' no novo clipe do cubano Pablo vittar", publicou outro perfil da mesma rede social. Até a última atualização desta matéria, o vídeo acumulava 290 mil reações positivas e 128 mil negativas.

Em reação, outros internautas têm pedido a seus seguidores que curtam o vídeo de Pabllo. "Cheio de dislike no video de disk me, que com certeza não têm relação nenhuma com a qualidade", comentou um usuário do Twitter. Algumas pessoas apontam ainda que, mesmo quando alguém entra para descurtir o vídeo, acaba aumentando o número de visualizações e, assim, ajuda Pabllo a ficar entre os mais assistidos do YouTube.

Na segunda-feira (8/10), o Spotify anunciou que Não para não, álbum Pabllo lançado na noite da quinta anterior, foi único disco de um artista brasileiro a colocar todas as faixas no top 50 das mais ouvidas. A música Disk me foi a segunda mais ouvida; outras três ficaram nas dez mais escutadas.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade