Publicidade

Correio Braziliense

Edital do FAC Audiovisual traz novas categorias e processo inclusivo

Na ordem de R$ 27,7 milhões para produção de longas e curtas, processo seletivo beneficiará webséries, jogos eletrônicos e realizadoras negras ou indígenas


postado em 09/10/2018 16:51 / atualizado em 09/10/2018 18:49

O cinema local sempre tem boa acolhida no Cine Brasília(foto: Barbara Cabral/ Esp. Correio)
O cinema local sempre tem boa acolhida no Cine Brasília (foto: Barbara Cabral/ Esp. Correio)

 
A partir de quarta-feira (10/10), as inscrições para o edital do FAC Audiovisual 2018 estarão abertas, com prazo final reservado para 29 de outubro. No total R$ 27,7 milhões darão suporte para 96 produções audiovisuais do DF. Compõem o montante, R$ 15 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), gerenciado pela Ancine, e R$ 12,7 milhões do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC), gerido pela secretaria local.
 
Entre as novidades estão as reservas de vagas de inscrições para mulheres negras ou indígenas. A categoria Produção de Obra Cinematográfica com Finalização (que concentra R$ 2,4 milhões) trará duas das 20 vagas para filmes de curta e média metragem destinadas a mulheres nessas condições. Na categoria Produção em Longa (que totaliza investimentos de R$ 15 milhões) uma vaga (de sete ofertadas) contemplará mulheres negras ou indígenas.
 
Além disso, dez vagas estão garantidas para a divisão de R$ 810 mil separado para difusão de linha jogos eletrônicos (jogo ou demo, inéditos). Com investimento de R$ 270 mil, a linha Websérie/Webcanal terá três vagas para conteúdos veiculados de forma livre na internet. Profissionais credenciados em diversas áreas culturais, escolhidos mediante chamamento público, farão parte da comissão de julgamento. Detalhes estarão no Diário Oficial do DF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade