Publicidade

Correio Braziliense

Mostra de Filme Japonês chega a Brasília com programação diversa

Comédia, romance e anime prometem entreter o público


postado em 13/10/2018 07:30 / atualizado em 13/10/2018 10:14

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)


Além de ser palco do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Cine Brasília mantém na programação lançamentos de filmes nacionais, mostras estrangeiras, debates, lançamentos de livros, e demais exposições. Na próxima semana, será a vez da Mostra do Cinema Japonês, que começa quarta-feira e vai até 22 de outubro, com entrada franca.

Há cinco anos contribuindo com a programação do Cine Brasília, a Mostra de Filme Japonês exibe longas que vão desde a comédia, passando pelos romances, até chegar ao anime. O programador do Cine Brasília e cineasta Sérgio Moricone explica que, quando são realizados eventos que não são mostras de um diretor ou de um gênero específicos, ele opta por filmes humorísticos e contemporâneos. “Procuro sempre mesclar gênero e tipo de filme que vai passar, para fazer  esse mosaico de opções. E, claro, as animações, que fazem muito sucesso entre os jovens”, pontua Moricone.

A Mostra irá apresentar filmes como o romance Depois das flores, de Kenji Nakanishi, os dramas Voo feliz, de Shinobu Yaguchi, A esposa do Villon, de Kichitaro, e Mameshiba, de Toru Kamei, além da animação POP IN Q, dirigida por Naoki Miyahara. Sérgio Moricone dá destaque para sensível Sonho de uma noite de verão, dirigido por Yuji Nakae, de 2009.

O programador do Cine Brasília pontua que a mostra é importante para que o público brasileiro saiba o que está passando nos cinemas do próprio Japão. “Na programação, eu prezo por filmes populares de boa qualidade, que geralmente não entram em premiações de grandes festivais, mas que têm muito prestígio no Japão”, explica.

O conceito do Cine Brasília é de exibir filmes de distribuidoras que são de boa qualidade, mas que não são nunca de blockbusters. Para se ter uma ideia, as obras que concorrem nas principais categorias do Oscar nunca entram em cartaz no Cine Brasília, apenas as de melhor filme estrangeiro.  “Anualmente a gente coloca esses filmes na nossa programação, que são de cunho mais independente e o público recebe muito bem”, pontua Sérgio.

Outros destaques

Neste semestre, Sérgio adianta que ainda haverá muita coisa boa por vir no Cine Brasília, como o Brasília International Film Festival (BIFF), entre 8 e 19 de novembro. “Ainda não está definida a programação, mas provavelmente a abertura será aqui no Cine Brasília e a exibição dos filmes, no Cine Cultura do Liberty Mall”, revela Moricone.

Seguindo o calendário, de 21 a 25 de novembro, o Cine Brasília exibirá filmes, que geralmente não entram em cartaz no Brasil, da República Tcheca e da Eslováquia. Logo após, terá o Lobo Fest —  Festival Internacional de Filmes, de 23 de novembro a 5 de dezembro.

O último mês do ano será marcado pelo Curta Brasília — Festival Internacional de Curta-Metragem que, desde 2012, faz parte do calendário cultural de Brasília.  É um evento que, além de exibir filmes da cena local, contribui para a formação audiovisual da cidade e do mercado criativo do DF.


Mostra de cinema Japonês
No Cine Brasília. Quarta-feira, às 19h. Abertura com o filme Depois das flores. Entrada franca. Não recomendado para menores de 10 anos.
 
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade