Publicidade

Correio Braziliense

Animação de 'Super Mario Bros.' chegará aos cinemas em 2022

Criação do longa-metragem já está em desenvolvimento, e conta com a participação da Nintendo e do criador de Mario


postado em 08/11/2018 17:06 / atualizado em 08/11/2018 17:06

Expectativa é que Mário e sua turma cheguem às telonas do mundo todo em 2022(foto: Nintendo/Divulgação )
Expectativa é que Mário e sua turma cheguem às telonas do mundo todo em 2022 (foto: Nintendo/Divulgação )

Chris Meledandri, fundador da Illumination Entertainment, que é o estúdio responsável pelo desenvolvimento da animação de Super Mario Bros. para os cinemas, anunciou, nesta quinta-feira (8/11), que a produção já está a todo vapor. No entanto, Mario e sua turma, não chegaram mais às telonas em 2020, como prometido anteriormente, mas em 2022. 

"É uma tarefa ambiciosa. O desafio é pegar coisas que são tão simples em sua forma original e encontrar profundidade que não comprometa o que gerações de fãs amam em Mario, mas que também seja orgânico com a iconografia e possa suportar uma estrutura de três atos", revelou o CEO da Illumination Entertainment ao site Variety.

Um dos principais desafios do estúdio é criar uma animação que agrade a todos os fãs e que tenha a mesma essência do jogo, que é considerado como o principal sucesso da Nintendo. Outro grande desafio é não repetir os mesmo erros do antecessor, o fracassado live-action Super Mario Bros. lançado em 1993. 

Para isso, Chris Meledandri fez questão de pontuar que a empresa trabalha em conjunto com a Nintendo, além de contar com a colaboração do próprio criador de Mario, Shigeru Miyamoto. 

"Estamos mantendo Miyamoto na frente e no centro da criação desse filme. E nós estamos com um gosto diferente, pois o primeiro filme que lançaram não deu certo, e eu acho que isso é mais animador do que simplesmente fazer outra versão de um filme que acabou sendo muito bom", explica Chris Meledandri. 

Vale lembrar que os estúdios da Illumination Entertainment são responsáveis pela criação dos sucessos de Meu malvado favorito e Minions.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade