Publicidade

Correio Braziliense

Festival Lobo Fest premia produção local no Cine Brasília

Evento exibiu mais de 200 produções e agora circulará em algumas cidades da capital


postado em 05/12/2018 15:23 / atualizado em 05/12/2018 15:22

Vencedores das categorias nacionais comemoram vitória(foto: Paula Carrubba/Divulgação)
Vencedores das categorias nacionais comemoram vitória (foto: Paula Carrubba/Divulgação)


A noite desta terça-feira (4/12) foi marcada pela premiação da edição 2018 do Lobo Fest. Treze produções foram premiadas, entre filmes nacionais e internacionais. O evento exibiu mais de 200 películas de 53 nacionalidades diferentes durante os sete dias que ocorreu no Cine Brasília.

Na mostra competitiva nacional de curtas, a vitória ficou com Mauro, de João Caffarelli. Na categoria de longa, o No fim de tudo, de Vitor Ciriaco, foi o ganhador – ambos pelo júri oficial. Para a categoria de voto popular em curta, o vencedor foi Novos goianos, de Isaac Brum. Os três filmes são brasilienses.

Na mostra competitiva internacional de curtas, o júri oficial elegeu Retouch, do Irã, como o grande destaque, o júri popular, por sua vez consagrou o franco-espanhol Suken Plum. Na categoria animação, o júri oficial deu a vitória ao francês A light in the night, já o júri popular escolheu o espanhol Vs. Santa.

De acordo com a assessoria oficial do festival, agora os filmes circularão em algumas cidades da capital ao longo de dezembro, chegando também a Goiânia, João Pessoa, Salvador e Aracaju.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade