Publicidade

Correio Braziliense

Fernanda Montenegro defende artistas em discurso no programa do Faustão

Segundo a atriz, o país tem uma visão negativa, torpe e agressiva em cima dos artistas


postado em 10/12/2018 00:04 / atualizado em 10/12/2018 00:18

"Não somos responsáveis pela corrupção deste país através da lei Rouanet", afirmou Fernanda Montenegro (foto: Sesc/Divulgação)


Durante a premiação dos ‘Melhores do ano’ do programa Domingão do Faustão deste domingo (9/12), a atriz Fernanda Montenegro aproveitou o espaço para falar sobre a lei Rouanet e o discurso viralizou nas redes sociais.

“Nós somos de uma profissão digna. Nós somos parte de uma cultura teatral milenar. Não é possível fazerem de nós, gente de palco, atores de televisão e de cinema, os responsáveis pela derrocada econômica deste país. Não somos corruptos. Não somos responsáveis pela crise de corrupção pela qual este país está passando”, disse a atriz ao ganhar o troféu ‘Personagens do ano’. 

Segundo Fernanda, o país tem uma visão negativa, torpe e agressiva em cima dos artistas. “Não somos responsáveis pela corrupção deste país através da lei Rouanet. É preciso que busquem as gangues onde elas estão. Eu aproveito esse seu programa de tanta popularidade, onde você hoje apresentou dezenas de atores e atrizes, que não somos corruptos”, continua a atriz. 

Fernanda Montenegro ainda falou sobre a Internet, que segundo ela, é “uma terra de ninguém”, e que os artistas devem se posicionar de uma maneira palpável.“ Somos dignos, temos uma profissão extraordinária. Tenho certeza que pra nós é a maior profissão deste mundo. Podemos não ser prioritários, mas temos uma profissão libertária nos nossos palcos, nos nossos programas de TV ligados à dramaturgia. É uma busca constante de amplidão do imaginário, da sensibilidade, e isso nos leva a uma integração de nação, de cultura”, disse a atriz. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade