Publicidade

Correio Braziliense

Daniel Santiago e Pedro Martins apresentam o projeto 'Simbiose'

Dupla de instrumentistas faz show no Espaço Semente


postado em 20/12/2018 06:30 / atualizado em 19/12/2018 19:29

Pedro e Daniel apresentam composições próprias em Simbiose(foto: Dani Gurgel/Divulgação)
Pedro e Daniel apresentam composições próprias em Simbiose (foto: Dani Gurgel/Divulgação)

 

Para duas apresentações, chega à capital a turnê do disco Simbiose, dos músicos Daniel Santiago e Pedro Martins. Nesta sexta, é o Espaço Semente, no Gama, que recebe o primeiro show dos brasilienses, às 20h. No sábado, eles estarão no Museu dos Correios no mesmo horário. Depois de passarem por diferentes palcos, voltar a tocar em casa é reconfortante. “Bom demais tocar em casa para família e amigos”, explica Pedro. “A música remete muito a Brasília e aos espaços da cidade. Nosso som tem tudo a ver com a capital, então tocar aí vai encaixar direitinho com a proposta”

Instrumentistas desde a infância, a dupla de amigos há longa data apresenta o trabalho lançado no ano passado, Simbiose. São oito faixas compostas por Daniel e uma, Refletindo, composta por Pedro. Em um show espontâneo, os artistas também mesclam ao repertório canções de álbuns solos. Daniel explica melhor o resultado: “Ele explora muito a minha relação e a do Pedro com a música, que é bem aberta, influenciada pela musicalidade de Brasília. É rock, choro, jazz, e o disco é um retrato disso tudo”

Violonista e guitarrista, Daniel carrega na bagagem uma indicação ao Grammy Latino na categoria Melhor Disco de Música Instrumental, além de colaborações com Gabriel Gross, João Bosco, Milton Nascimento e o grupo Teatro Mágico. “Toco há mais de vinte anos com Hamilton de Holanda, ele é um dos meus maiores parceiros, temos em torno de oito discos gravados juntos”, ele relembra. Além disso, a extensa carreira solo reúne quatro discos.

Pedro Martins é guitarrista e também participou de projetos com Hamilton e o Teatro Mágico, além da brasiliense Ellen Oléria. Conquistou o prêmio de Melhor Guitarrista no Montreaux Jazz Festival, em 2016. A amizade com Daniel, produtor do primeiro disco de Pedro, vem de cedo. “Trabalhar com ele é bom demais, quando o conheci, eu estava descobrindo o que fazer e o que tocar. Parecia que eu estava falando com uma versão mais experiente de mim mesmo”, Pedro relembra.

Filho do Gama, o guitarrista ressalta o valor de se apresentar em diferentes espaços. “Muito além de uma importância social, Gama sempre foi minha casa. Para mim, que nunca tive a oportunidade de consumir a cultura com a qual eu me identificava onde eu morava, tocar lá é bem especial.”, Pedro fala. Daniel também ressalta: “O artista tem que estar onde o povo está. É importante fazer essa conexão, porque lá teremos outros Pedros e outros Danieis esperando um contato, uma abertura”.




Serviço
Turnê do disco Simbiose, de Daniel Santiago e Pedro Martins

Espaço Semente (Setor Central. Entrequadra 52/54, Gama)
Amanhã, às 20h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Museu dos Correios (SCS, Q. 4)
Sábado, às 20h. Entrada mediante doação de 1kg de alimento não perecível. Classificação indicativa livre.


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade