Publicidade

Correio Braziliense

Kevin Spacey pede dispensa de tribunal para evitar 'publicidade negativa'

Spacey diz em documentos recebidos pelo Tribunal Distrital de Nantucket na segunda-feira (31/12) que se declara inocente


postado em 01/01/2019 11:35 / atualizado em 01/01/2019 11:36

(foto: AFP / Nicholas Kamm)
(foto: AFP / Nicholas Kamm)

Advogados de Kevin Spacey pediram a juiz para dispensar o ator de audiência marcada para 7 de janeiro em Nantucket, Massachusetts. Spacey diz que sua presença no tribunal para a acusação formal de assédio sexual a um jovem "ampliaria a publicidade negativa já gerada pela conexão com este caso".

Spacey diz em documentos recebidos pelo Tribunal Distrital de Nantucket na segunda-feira (31/12) que se declara inocente e acredita que deveria ser dispensado de comparecer de acusação.

Os promotores pediram ao juiz para negar o pedido de Spacey.

 

Entenda 


O ator ganhador de Oscar, de 59 anos, é acusado de assediar sexualmente um homem de 18 anos em um restaurante de Nantucket em 2016. Ele é acusado do crime de atentado ao pudor.

A advogada de Spacey, Juliane Balliro, diz nos documentos que a presença no tribunal apenas "aumentaria o interesse negativo da mídia no caso" e poderia elevar a influência sobre o grupo de jurados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade