Publicidade

Correio Braziliense

Diretora de 'Bird box' explica o verdadeiro significado do longa

Segundo Susanne Bier, a mensagem transmitida pelo filme é uma metáfora sobre a maternidade


postado em 04/01/2019 15:30 / atualizado em 04/01/2019 15:33

O filme 'Bird box' deixou as redes sociais em êxtase(foto: Saeed Adyani/Divulgação)
O filme 'Bird box' deixou as redes sociais em êxtase (foto: Saeed Adyani/Divulgação)


Bird box, a nova sensação do Netflix, estreou no final do ano de 2018 com Sandra Bullock no papel principal da produção dirigida por Susanne Bier. Desde então, diversas interpretações surgiram sobre a mensagem que o filme queria passar. 

O enredo do filme é baseado em uma sociedade aterrorizada por uma entidade maligna que faz as pessoas sentirem vontade de se matar ao vê-la. Então a protagonista Malorie coloca uma venda para salvar os filhos e os trata de maneira autoritária, até acima do tom, com a finalidade de mostrar outra visão sobre a maternidade. 

Mesmo com mais de uma interpretação possível, sendo elas das mais racionais até as mais complexas, a cineasta explicou, em entrevista à revista estadunidense Variety, que a principal mensagem do filme envolve a personagem principal e os filhos.

"Acredito que a maternidade é muitas vezes definida pelos homens e por muitos anos ela foi automaticamente apresentada como algo cuidadoso, calmo, agradável, ameno. Existem várias coisas que fazem parte da nossa visão ideal de maternidade, mas sempre imaginei ser algo muito mais complexo, muito mais feroz", explicou. 

A diretora conta que a personagem vivida por Sandra Bullock não se sente uma mãe e tem pouco afeto com as crianças, apesar de fazer o impossível para salvá-los, chegando até a mudar de comportamento durante o longa.

"Ela começa como uma mulher que está relutante com a gravidez – ela não consegue lidar com a gravidez, mas tem ainda mais dificuldade de lidar com o mundo. E então ela passa por um momento de loucura e por algumas coisas horríveis e, no fim, ela consegue abraçar a maternidade e, de certa maneira, abraçar a vida", completou.

Susanne Bier explica ainda que Malorie entende que ser inflexível e difícil com seus filhos pode ser prejudicial às crianças, pois ela acaba ignorando coisas que eles precisam. E que as escolhas fazem parte do processo de ser mãe. 

Confira comentários das pessoas sobre o filme e as teorias no Twitter




Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade