Publicidade

Correio Braziliense

Confira os shows em tributo a grandes artistas no DF

Apresentações de grupos e cantores cover prestam tributo a grandes nomes da música pop em vários pontos da cidade


postado em 09/01/2019 06:00 / atualizado em 09/01/2019 14:13

Trend's Bar recebe grupos cover para prestar tributo no Gama(foto: Nathalia Rodrigues/Divulgação)
Trend's Bar recebe grupos cover para prestar tributo no Gama (foto: Nathalia Rodrigues/Divulgação)

Quer ouvir seu músico favorito sem recorrer aos fones de ouvido? Os shows cover estão por toda cidade. Sempre frequentes, os tributos em Brasília a bandas consagradas são programação certa na agenda local. São inúmeros espaços que abrem portas para apresentações cover, sobretudo de clássicos do rock. Nesta semana, atípica ou não, separamos algumas das várias apresentações, para diferentes gostos, que ocorrem no DF. Os shows selecionados ocorrem em Brazlândia, Ceilândia, Gama, Guará, Lago Norte, Plano Piloto, Riacho Fundo e Samambaia.

O rock internacional é homenageado em quase todas as suas gerações e vertentes. Tem Beatles, Rolling Stones, Kiss, Nirvana, Arctic Monkeys, Red Hot Chili Peppers, entre tantos outros grupos. Fãs de Rita Lee têm duas oportunidades nesta semana de ouvir as canções da rainha do rock em versão jazz. Tuka Villa Lobos, à frente do Rita in Jazz, abre a primeira edição de 2019 do Buraco do Jazz. Depois, ela se apresenta no Bar da Brahma. A música brasileira segue homenageada em covers de Belchior, Legião Urbana e Roberto Carlos.

Vocalista do grupo Plebe Rude, Philppe Seabra empresta voz em homenagem a um dos expoentes do punk britânico desde 1989: The Clash. Ele é líder do grupo The Clash City Rockers, que se apresenta no sábado no Outro Calaf.

Fora do Plano


“É um diferencial da região. Faltava no Gama um lugar com essa pegada”, diz Régio Rocha Lopes, que além de apreciar shows em tributo, sentia dificuldade em encontrar onde assisti-los perto de casa. Ele abriu o Trend’s Bar em setembro do ano passado no Gama com a proposta de receber grupos de cover.

O rock, como costuma ser, é o gênero predominante na agenda. “O público responde bem. Pessoas de lugares vizinhos, como Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria e até Luiziânia aparecem por aqui”, conta o dono do local. “Nós fazemos uma pesquisa, estamos sempre procurando por bandas, estudando sempre esse mercado.”

Nesta semana, o Trend’s Bar será palco de três tributos. Na sexta, Cloning Stones homenageia os Rolling Stones; no sábado, a música brasileira toma o lugar em tributo a Belchior feito por Bruno Z e banda. No domingo, o grupo Metallica (que também será homenageado no Velvet pela Pig Four) será interpretado por Azzarok.


Melhor público


Para Michele Chitko, o público que vai a tributos é o melhor, pois está familiarizado com o repertório. “Ninguém fica apático. Todo mundo vai para se divertir, sobe ao palco, brinca junto, faz performance. São os shows dos quais saio mais animada.”

Michele Chitko homenageia Lady Gaga e Madonna com a banda Romanov(foto: Guilherme Pontes Coelho/Divulgação)
Michele Chitko homenageia Lady Gaga e Madonna com a banda Romanov (foto: Guilherme Pontes Coelho/Divulgação)


Ela é vocalista do grupo Romanov, que nos shows interpreta versões roqueiras de canções em outros estilos. “Fazemos de Led Zeppelin a Pabllo Vittar. Gostamos de botar nossa cara. Gostamos de música que tem energia, que tem atitude. Nem sempre as pessoas podem ver o próprio artista. Quando ouvem as músicas dos ídolos ao vivo, o público é mais energizante, colorido”, conta a cantora.

Nesta semana, Romanov fará cover de Lady Gaga e Madonna. O grupo decidiu realizar uma brincadeira com a suposta rivalidade entre as duas divas. O primeiro show desse tributo foi pensado para os 60 anos de Madonna no ano passado, mas a boa receptividade do público garantiu os bis. Sarah Goulart, do Ninfetas do Além, e Alex Hurtado, da Banda Heat, farão participação especial.

Do cover ao autoral


Beatles, Led Zeppelin, The Doors, Eric Clapton e Jethro Tull são apenas alguns dos grandes nomes do rock homenageados por Gleisson Chaves. Para cada um desses, ele tem uma banda diferente. “Meus amigos brincam que já perdi as contas de quantas são”. E perdeu mesmo.

Gleisson alia paixão com idealismo. O músico diz que cover é forma de apresentar ilustres do passado a jovens. Depois de escutar, vários passam a gostar. “Tem muito adolescente que não gosta de Elvis porque nunca ouviu, simplesmente.”

Da maioria das próprias bandas, ele é vocalista e guitarrista. A mais famosa é Sargento Pimenta (de Brasília, não o bloco carioca), em referência ao famoso disco/música Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band do quarteto. “(Ao tributo de) Beatles vai todo mundo, desde o garoto de 15 anos, até o senhor de 60”, observa.

Segundo ele, Brasília passa por momento de “boom” da música autoral, algo que teria sido ofuscado pelos grupos de cover anos atrás. “Cover e autoral podem andar juntos.  Já fiz parte de bandas de músicas autorais. Atualmente, estou produzindo material solo, mas que desenvolverei paralelamente aos projetos de tributo.”


Confira os tributos que ocorrem em Brasília


Plano Piloto

Beatles por Sargento Pimenta
Velvet Pub (CLN 102 Bl. B). Quinta-feira. Às 21h30. Entrada: R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos.

Lady Gaga e Madonna por Romanov
Velvet Pub (CLN 102 Bl. B). Sábado. Às 22h. Entrada: R$ 25. Não recomendado para menores de 18 anos.

Legião Urbana por Paulo Veríssimo
Stadt Bar & Music (SIG Q. 3 Bl G). Quinta-feira. Às 22h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos.

Kings of Leon e Arctic Monkeys por Band Heat; The Killers por Painkillers
O’Rilley Irish (Cls 409 Bl C lj 36). Quinta-feira. Às 22h. Entrada: R$ 15 (com nome na lista). Não recomendado para menores de 18 anos.

Rita Lee por Rita in Jazz
Buraco do Jazz (Estacionamento 5 do Parque da Cidade. Quinta-feira. Às 18h. Entrada franca. Classificação indicativa livre) e Bar da Brahma (SQS 201. Sexta-feira. Às 19h. Entrada: R$ 10. Não recomendado para menores de 18 anos).

Raul Seixas por Tika Seixas
Toinha Brasil Show (Sof Sul Q.09 cj. A lt. 5/8). Sábado. Às 20h. Entrada: R$ 30. Não recomendado para menores de 18 anos.

Red Hot Chili Peppers por Suck my Socks; Metallica por Pig Four
Velvet Pub (CLN 102 Bl. B). Sábado. Às 22h. Entrada: R$ 25. Não recomendado para menores de 18 anos.

Philipe Seabra faz tributo ao The Clash(foto: Giovanna Ohl/Divulgação)
Philipe Seabra faz tributo ao The Clash (foto: Giovanna Ohl/Divulgação)

The Clash por Clash City Rockers
Outro Calaf (SBS 2 Q. 5/6). Sábado. Às 22h. Entrada: R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos.

Nirvana por Válvula; Green Day e Blink 182 por HEAT
O’Rilley Irish (Cls 409 Bl C lj 36). Hoje. Às 22h. Entrada: R$ 10 (com nome na lista). Não recomendado para menores de 18 anos.

Brazlândia

System of a Down por Suite Pee
E-studio Rock Pub (AE 04 Cj. C lt. 28). Sábado. Às 20h. Entrada R$ 10. Não recomendado para menores de 18 anos.

Ceilândia

Roberto Carlos por Banda Brasa
Espaço Cultural Túnel do Tempo (QNM 05) Sexta, às 22h. Entrada: R$ 10. Classificação indicativa livre.

Gama

Belchior por Bruno Z e banda
Metallica por Azzarok. Trend’s Bar (SIND QI 1). Sábado. Às 21h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos.

Metallica por Azzarok
Trend’s Bar (SIND QI 1). Domingo. Às 19h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos.

Rolling Stones por Cloning Stones
Trend’s Bar (SIND QI 1). Sexta-feira. Às 21h. Entrada: R$ 5. Não recomendado para menores de 18 anos.

Guará II

Kiss e Twisted Sister por Twisted Kiss
Zepelim (QE 40, r. 11, lt 7). Quinta-feira. Às 21h30. Entrada: R$ 10. Não recomendado para menores de 18 anos.

Lago Norte

U2 por Rubinho Gaba
Mundo TROW (SHIN Ca. 7 Cj. Q lj 50). Sexta. Às 20h30. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Riacho Fundo

Ozzy Osbourne por PsicOzzy
Boteco dos Fortes (II-2A Etapa QC 4). Sábado. Às 21h. Couvert não informado. Não recomendado para menores de 18 anos.

Samambaia

Queen por Drag Queen
Toinha Rock Pub (Qn 208). Sábado. Às 22h. Entrada: R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos.

*Estagiário sob a supervisão de Severino Francisco

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade