Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo para parecer que Jason Momoa assedia filha foi feito por brasileiro

Um trecho de um vídeo editado dá a entender que o astro assedia a filha, mas na realidade é falso


postado em 10/01/2019 12:56

Video editado por brasileiro faz parecer que o ator assedia a própria filha(foto: AFP / Mark RALSTON)
Video editado por brasileiro faz parecer que o ator assedia a própria filha (foto: AFP / Mark RALSTON)

 

Um brasileiro publicou na noite de terça-feira (8/1), o trecho de um vídeo editado sobre o protagonista do filme Aquaman, Jason Momoa, de 39 anos. No vídeo fracionado, de apenas 30 segundos, dá a entender  que ele estava assediando a própria filha, Lola Momoa, 11 anos. Além disso, o jovem que fez a publicação comentou: "Olá Jason Momoa, ou devo te chamar de lixo humano? Eu n tô nem aí se a menina é filha dele ou não, olha como ela tava incomodada, OLHEM PRA MÃO DELE, e isso que vcs apoiam?". O vídeo completo está disponível no Youtube e tem 7:28. 

 

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)

 

Nesta quarta-feira (9/1), sites brasileiros chegaram a informar que a assessoria do astro estaria  em contato com um grupo de fãs para  que auxiliassem a desmentir a fake news, mas a própria página revelou que não tinha nenhum contato com a assessoria de Momoa. Até o momento nenhuma fonte oficial se posicionou sobre o caso.

 

A polêmica teve início quando um vídeo fracionado do protagonista do filme Aquaman, dono do recorde de maior bilheteria internacional da história da DC, Jason Momoa, foi compartilhado no Twitter na noite dessa terça-feira.  Nele, o ator, de 39 anos, aparece ao lado do casal de filhos, um menino e uma garota. O vídeo editado foca em um momento de carinho entre o pai e as duas crianças. 

 

 

 

Desde que o vídeo foi compartilhado, muitas pessoas se dizem decepcionadas com a atitude do astro. O trecho, publicado em inglês no YouTube, traz o título de "Jason Momoa fica emocionado com a estréia do Aquaman no Havaí" em tradução livre e foi tornado público no dia 21 de dezembro.

 

Veja algumas das publicações sobre a polêmica:

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade