Publicidade

Correio Braziliense

'Hemanoteu na terra de Godah' vai virar filme com estreia em dezembro

A peça mais apresentada e famosa da cia. de comédia Os Melhores do Mundo inclui gravações no Deserto do Atacama (Chile)


postado em 21/01/2019 07:50

Pipo e Welder encenando Hermanoteu na Terra de Godah no teatro(foto: Marcos Hermes/Divulgação)
Pipo e Welder encenando Hermanoteu na Terra de Godah no teatro (foto: Marcos Hermes/Divulgação)
Nem Pentescopeia, nem Terra de Godah. É em Pedra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, que Hermanoteu, um dos personagens mais queridos do público brasiliense, tem peregrinado. Ali, estão Ricardo Pipo — intérprete do protagonista — e a trupe d’Os Melhores do Mundo, formada também por Adriana Nunes, Adriano Siri, Jovane Nunes, Victor Leal e Welder Rodrigues: em meio a câmeras, gruas, figurinos e tudo o mais que é necessário para levar Hermanoteu na Terra de Godah dos palcos para as telonas. A fita tem direção de Homero Olivetto (responsável pelo roteiro de Bruna Surfistinha) e previsão de estreia para dezembro deste ano.

“Nós não escolhemos a peça. Não foi algo do tipo: ‘Ah, preterimos outras em detrimento dessa’. Hermanoteu na Terra de Godah é a peça mais apresentada por nós no Brasil e, portanto, tornou-se a mais famosa. Ou seja, o filme se escolheu”, comenta Pipo, que completa: “Na real, nós achamos que todos os nossos textos têm potencial para se tornar bons filmes, mas é uma outra linguagem e, para tal, precisamos de um intérprete que, nesse caso, é o Homero”.

O texto que será filmado até meados de fevereiro, incluindo gravações no Deserto do Atacama (Chile), é apresentado pela companhia há 23 anos. A história se passa no tempo do Antigo Testamento bíblico, em que Hermanoteu é um hebreu comum, um simples pastor vivendo na Pentescopeia. Certo dia, um anjo faz uma aparição com uma missão: o herói da trama deve enfrentar grandes desafios com o objetivo de libertar a Terra de Godah. O encontro com situações e personagens históricos (alguns reais, outros, frutos da imaginação dos comediantes) é um dos principais temperos da saga.

Bastidores do filme 'Hermanoteu na Terra de Godah'(foto: Ricardo Pipo/Divulgação)
Bastidores do filme 'Hermanoteu na Terra de Godah' (foto: Ricardo Pipo/Divulgação)


A peça, aliás, traz o bordão de sucesso, usado quando Hermanoteu se apresenta a alguém: “Sou da Pentescopeia, filho de Ooloneia, irmão de Micalatéia”, ao que todos respondem: “Huuuuum! Micalateeeeia!”, em referência à namoradeira irmã do protagonista.
 

Novidades

O espetáculo Hermanoteu na Terra de Godah foi registrado e virou DVD há alguns anos. A diferença para o filme, no entanto, será significativa, segundo Ricardo Pipo. “É a mesma história contada sob outra ótica. Fazer cinema é um milagre porque a logística, em todos os processos, é um quebra-cabeça e as peças precisam se encaixar perfeitamente. Sem harmonia, não há filme”, explica. “Diretamente, são 70 pessoas, isso sem falar em figurantes e outras participações”, completa.

Por falar em participações, a adaptação para o cinema terá cenas inéditas e, para isso, Os Melhores do Mundo convidaram artistas conhecidos do grupo. Os fãs, porém, terão de esperar mais um pouco para descobrir quem são os convidados, já que a trupe prefere não revelar por hora. Mas quem é muito fã e curioso, o próprio Ricardo Pipo criou um perfil no Instagram (@hermanoteu_mm) em que mostra os bastidores das gravações por meio de fotos e vídeos.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade