Publicidade

Correio Braziliense

Confira os eventos de pré-carnaval que prometem agitar a cidade

Hoje, por exemplo, será realizada a festa Abre Alas, a prévia de um dos blocos mais tradicionais de Brasília, o Suvaco da Asa.


postado em 26/01/2019 07:30

Bloco Encosta que cresce(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Bloco Encosta que cresce (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
O carnaval chegará um pouco mais tarde este ano. Como a folia só será em março, Brasília tem este restinho de janeiro e fevereiro inteiro para curtir as prévias carnavalescas que a cidade oferece. Festas e ensaios dos blocos estarão espalhados pela capital para aquecer os ânimos dos foliões brasilienses.

Neste sábado (26/1), por exemplo, será realizada a festa Abre Alas, a prévia de um dos blocos mais tradicionais de Brasília, o Suvaco da Asa. A partir das 17h, no Canteiro Central, a Orquestra Marafreboi se une com a banda Tropicaos e as Djs Karla Testa e La Ursa para comandar o som do bloco que conta com muito frevo, maracatu, samba, samba reggae e afoxé e músicas tradicionais brasileiras.Os ingressossaem por a partir de R$ 25.

Bloco Suvaco da asa(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
Bloco Suvaco da asa (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)


O bloco, que ano passado reuniu mais de 60 mil foliões no Eixo Monumental, tem como iniciativa a divulgação da cultura de Pernambuco em Brasília. Há 13 anos circulando a capital — e um dos primeiros blocos a ocupar as vias de Brasília dentro da programação de festividades do período —, o Suvaco da Asa quer arrastar multidões de todas as gerações.

Para quem gosta de reggae, o Bloco Maria Fumaça é uma ótima opção para este fim de semana. No domingo (27/1), às 15h, a música jamaicana vai rolar também no Canteiro Central, e de graça. A ideia de realizar um bloco com músicas do gênero foi de um dos organizadores, Fellipe Souljah, que se inspirou no carnaval de Londres, o Notting Hill, um evento anual, que desde 1965 homenageia a música caribenha, reggae, latin jazz e samba.

Este é o quarto ano que o bloco Maria Fumaça reúne foliões em Brasília. O evento pré-carnaval surgiu para ajudar a fim de levantar fundos para custear o bloco no período da festa. “A essência do bloco é fortalecer a cultura do reggae e, além disso, ocupar espaços que são tidos como perigosos e mostrar que ali tem vida. Também queremos mostrar nossas opiniões políticas, e falar sobre o respeito ao público LGBTQ+ e às mulheres”, afirma Felipe.

Bloco Maria fumaça(foto: Fellipe Sobral/Divulgação)
Bloco Maria fumaça (foto: Fellipe Sobral/Divulgação)


Outro grupo tradicional em Brasília é o bloco Encosta que cresce, que no último ano reuniu 60 mil pessoas ao som de muita música baiana. Há cinco anos, o grupo sai uma semana antes do carnaval para “aquecer a galera para festa”, como ressalta o organizador do bloco, Edson Sertão.
 
Em 24 de fevereiro, o estacionamento do Nilson Nelson será palco do bloco, que convida foliões de todas as faixas etárias, que gostem de axé, samba, marchinhas e os hits do momento. Tudo isso gratuito e performado pela banda Açaí com guaraná, que já tocaram 5 anos no circuito da Bahia. “A pessoa que gosta de axé e de Salvador pode vir que estará tão bom quanto lá”, disse Sertão.

Segundo Edson, Brasília ainda é muito jovem em comparação a outras cidades do país, ainda mais no quesito carnaval, mas que a cena da capital é bastante descolada. “A juventude percebeu que não há necessidade de viajar para Recife, Rio e Salvador porque em Brasília tem blocos superdivertidos, além de serem tão bons e diversos quanto os de outros lugares.  Esse movimento carnavalesco candango ganhou força em 2013 e, a cada ano que passa, cresce ainda mais”, ressalta Sertão.


Diversidade 

Em seu terceiro ano, o Imagina no Carnaval veio com tudo este ano. Isso porque, além de reunir diversos blocos de carnaval e DJs da cidade, o evento ainda contará com uma das principais revelações de Salvador, o grupo BaianaSystem.

Além disso, em 2019, o evento mudou de lugar para conseguir garantir o conforto do público, mas sem perder as raízes. Segundo um dos organizadores, Raphael Sebba, o evento se deslocou do Setor Comercial Sul para o Setor Bancário Sul para continuar dando visibilidade ao centro que não é ocupado culturalmente. “É natural que o projeto cresça, então, a gente está consciente de que será uma coisa maior, até porque os blocos têm um público muito fiel, que vai onde eles estão. Então, trocamos de local para chamar atenção para outras regiões, com o objetivo de ocupar ainda mais a cidade”, explica Sebba.

Bloco Divinas tetas(foto: Thais Mallon/Divulgação)
Bloco Divinas tetas (foto: Thais Mallon/Divulgação)


Com dois dias de festa, 16 e 17 de fevereiro, o Imagina no Carnaval também tem como objetivo reunir verba para custear os blocos nos dias de carnaval. Além do BaianaSystem, blocos como Divinas Tetas, Essa boquinha eu já beijei, Eduardo e Mônica, Ska Niemeyer, Bloco das profanas e Aparelhinho compõem a lista de atrações do evento.

Segundo Sebba, a atual geração criou um movimento único para as festas da capital, e o carnaval é a maior prova disso. “Eles experimentam a rua de um jeito diferente. Chegava essa época de carnaval e todo mundo viajava, agora as pessoas ficam. A gente tem o potencial de crescimento muito grande nesse período, e o momento pré-carnaval também vem crescendo ao longo dos anos e tende a ser cada vez maior”, aposta Sebba.


Confira serviços de blocos para curtir a folia!

Abre Alas, prévia do Suvaco da Asa
• Hoje, às 17h. Canteiro Central (Setor Comercial Sul Q. 3 BL A). Ingressos a R$ 25. Não recomendado para menores de 18 anos.

Criolina No Setor c/ BNegão Bota Som
• Hoje, a partir das 22h. Corredor Central do Setor Comercial Sul. Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos.

Bloco Maria Fumaça
• Amanhã, das 15h às 22h. Canteiro Central (Setor Comercial Sul Q. 3 BL A). Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos.

Dhi de todos os carnavais
• Bar da Brahma (SQS 201, Asa Sul). Amanhã, às 15h. Couvert artístico: R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos.

Bloco Essa Boquinha eu já Beijei no pré-carnavalesco Verão Apóscalypso
• Amanhã, às 18h. Outro Calaf, no Setor Bancário Sul. Ingressos a R$ 10 até 19h e R$ 20 após. Não recomendado para menores de 18 anos.

Bloco do Bambu
• 2 de fevereiro, às 15h. Estacionamento da Estação Guará. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Imagina no Carnaval
• Dias 15 de fevereiro, às 22h e 16 de fevereiro, às 20h. Setor Bancário Sul. Passaporte para os 2 dias a R$ 74 (3º lote sujeito a alteração); Ingresso dia 15/02 a R$ 50 (3º lote sujeito a alteração) e dia 16/02 a R$ 40 (2º lote sujeito a alteração). Não recomendado para menores de 18 anos

Pré-Carnaval do Bloco Eixão44
• 17 de fevereiro das 16h às 22h. Eixo Norte, na altura da quadra 214. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Quem Chupou Vai Chupar Mais 2019 — Respeito, Igualdade e axé
• 23 de fevereiro, às 13h. Museu Nacional da República. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Pré-Carnaval do Parque com DJ Dennis e Harmonia do Samba
• 23 de fevereiro, das 15h às 2h. Estacionamento 9 do Parque da Cidade. Ingressos a R$ 261 e R$ 131 (meia entrada). Não recomendado para menores de 16 anos.
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade