Publicidade

Correio Braziliense

'BBB 19' edita comentários preconceituosos de Paula e internautas não perdoam

Paula teria dito que se surpreendeu porque o suspeito de um feminicídio era branco


postado em 29/01/2019 11:58 / atualizado em 29/01/2019 13:08

Paula disputa o paredão desta terça-feira com Gustavo e Hariany(foto: Gshow/Reprodução)
Paula disputa o paredão desta terça-feira com Gustavo e Hariany (foto: Gshow/Reprodução)
 

 

A edição de número 19 do Big Brother Brasil, na TV Globo, trouxe à tona mais uma polêmica. Comentários preconceituosos e recheados de estereótipos feitos por Paula Viana foram editados para a TV aberta, mas foram ao ar, na íntegra, para assinantes do Globo Play e que têm acesso ilimitado ao reality. Os internautas não perdoaram.

Em uma conversa no quarto das meninas, Paula chamou cabelo cacheado de "cabelo ruim". Gabi, outra participante do BBB, respondeu: "Não fala isso. Ruim é o preconceito". "Ah, é mania, né... mas quando tem umas dobrinhas assim, a gente já fala que não é lisinho", explica Paula. Gabi conclui: "É, mas a gente precisa mudar isso". Uma internauta comentou: "Essa Gabi merece o mundo".

Paula é estudante de Direito. Em uma conversa com Diego e Hariany, a participante falou sobre um caso de feminicídio. Ela contou que a vítima do caso levou 34 facadas e disse como se surpreendeu ao descobrir que o assassino "era branco". "Acho que ela tinha traído ele. E era aquela faca de pão. Aí eu pensei que ia chegar o maior "faveladão" lá e, quando vi, o cara era 'branquinho", morou não sei quanto tempo na Austrália ou no Canadá. E pensei 'não é possível que fez isso'", declarou Paula.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade