Publicidade

Correio Braziliense

'Gossip girl' pode ganhar reboot, diz presidente da CW

Por enquanto, uma nova versão da série é apenas uma 'discussão' entre os executivos da emissora


postado em 01/02/2019 10:25 / atualizado em 01/02/2019 10:24

O grupo marcou uma geração de fãs(foto: Reprodução/imdb)
O grupo marcou uma geração de fãs (foto: Reprodução/imdb)


Saudade do popular “XOXO, gossip girl”? Então uma boa notícia: existe uma conversa sobre uma possível volta dos “amigos” do Uper East Side para a TV. Mark Pedowitz, presidente de conteúdo do canal norte-americano CW (responsável pela produção original até 2012), confirmou a informação ao portal TV Line.

“Eu não sei exatamente o que seria. Muito dessa história tem de ser discutida com a Warner (produtora responsável pela série) e com (os produtores-executivos) Josh (Schwartz) e Steph (Savage), porque você não vai querer fazer nada sem eles”, afirmou o presidente.

As informações foram passadas durante o TCA (Television Critics Association), um evento que ocorre nos Estados Unidos anualmente para que as emissoras possam apresentar as novas produções.

Na ocasião, a emissora afirmou que grande partes das séries foram renovadas – como Supernatural, Arrow, The Flash, Riverdale, Supergirl, Legends of tomorrow, Black lightning, Dynasty e Charmed (lembrando que Roswell é uma nova aposta para 2019, que junto com as duas últimas formarão uma trilogia de revivals no canal).

Entretanto, Pedowitz deixou claro que a ideia não tem nada de concreto: “O que existe é apenas uma discussão, mas eu não sei se estamos 'lá' ainda”.

Mesmo amargando uma delicada situação de baixa audiência durante a sexta e última temporada, que chegou ao fim em 2012, Gossip girl se tornou um fenômeno pop e de referência fashion em mundo que estava conhecendo a possibilidade de discutir TV on-line. Além disso, a produção levou ao estrelato grande parte do elenco regular, como Blake Lively, Leighton Meester, Penn Badgley e Chace Crawford.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade