Publicidade

Correio Braziliense

Peter Jackson vai fazer documentário sobre 'Let it be', dos Beatles

Diretor da saga 'O senhor dos anéis' vai utilizar 55 horas de gravação inéditas. Paul McCartney e Ringo Starr colaboram com o projeto


postado em 01/02/2019 14:08

Documentário dirigido por Peter Jackson ainda não tem previsão de estreia(foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images/AFP)
Documentário dirigido por Peter Jackson ainda não tem previsão de estreia (foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images/AFP)
 
O consagrado cineasta Peter Jackson, conhecido pela trilogia O senhor dos anéis, anunciou que está trabalhando em um documentário sobre o processo de criação do álbum Let it be, dos Beatles, há 50 anos.
 
O neozelandês afirmou que o filme é baseado em 55 horas de gravação nunca vistas e 140 horas de áudio das sessões de gravação. Jackson afirmou que o documentário vai apresentar uma visão inédita do processo criativo do grupo e de suas interações no estúdio. 
 
"É como uma máquina do tempo que nos transporta a 1969 e temos que sentar no estúdio e observar estes quatro amigos fazendo uma música genial juntos", afirmou em um comunicado. 
 
Let it be foi gravado em janeiro de 1969, mas só foi lançado em maio do ano seguinte, o que faz deste o último álbum de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr.
 
A princípio, as filmagens serviriam para um especial de televisão, que nunca foi produzido. Algumas imagens foram utilizadas no documentário Let it be de Michael Lindsay-Hogg. 
 
Muitos fãs acreditam que as sessões de gravação foram marcadas por rivalidades e disputas internas, mas Jackson afirma que isto não é verdade. 
 
"Com certeza há momentos de drama, mas nada a ver com a discórdia associada a este projeto durante muito tempo", destacou.
 
"Vendo John, Paul, George e Ringo trabalhando juntos, criando canções que hoje em dia são clássicos, a partir do zero não é apenas fascinante, mas também divertido, edificante e surpreendentemente íntimo". 
 
O filme tem a colaboração de Paul McCartney e Ringo Starr, assim como das famílias de George Harrison e John Lennon. A produção não anunciou uma data para a estreia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade