Publicidade

Correio Braziliense

Cardi B comparece a tribunal em Nova York por briga em clube de striptease

A cantora assinou uma renovação de medidas de proteção contra as supostas vítimas


postado em 01/02/2019 15:00 / atualizado em 01/02/2019 15:03

Cardi B compareceu ao tribunal nesta quinta-feira (31/1)(foto: JEWEL SAMAD/AFP)
Cardi B compareceu ao tribunal nesta quinta-feira (31/1) (foto: JEWEL SAMAD/AFP)


A cantora norte-americana Cardi B compareceu, nesta quinta-feira (31/1), a um tribunal em Nova York por conta de uma suposta briga em um clube de striptease. A rapper assinou uma renovação de medidas de proteção contra as supostas vítimas, que a impedem de fazer comentários em redes sociais que possam ser ameaçadores. 

O caso aconteceu em 29 de agosto de 2018, no Angels Strip Club. Uma pessoa próxima de Cardi B jogou móveis e garrafas em outras pessoas e causou uma confusão generalizada, que terminou com uma funcionária ferida e com hematomas nas pernas. 

Dois meses depois, a polícia acusou a artista de agressão e negligência. Segundo a mídia americana, Cardi B ordenou o ataque contra duas irmãs que trabalham no local porque uma delas dormiu com o rapper Offset, que, na ocasião, era o marido da cantora. 

A cantora, cujo verdadeiro nome é Belcalis Almanzar, deve ir novamente ao tribunal em 4 de abril.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade