Publicidade

Correio Braziliense

Ariana Grande briga com produção do Grammy e sequer aparecerá no evento

De acordo com portal, cantora teria se sentido 'insultada' após premiação tê-la proibido de cantar faixas de escolha própria


postado em 06/02/2019 16:21 / atualizado em 06/02/2019 16:26

Cantora ainda não comentou o caso(foto: AFP / Angela WEISS)
Cantora ainda não comentou o caso (foto: AFP / Angela WEISS)


Devido a desacordo com a produção do Grammy em relação a quais faixas Ariana Grande cantaria no palco do evento neste domingo (10/2), a cantora cancelou a participação na premiação. De acordo com informações do portal Variety, Ariana teria se sentido "insultada" por não poder escolher as faixas que gostaria de cantar, enquanto outros artistas supostamente estariam tendo tal direito de escolha.

Segundo o Variety, o Grammy não permitiria que Ariana apresentasse a faixa 7 rings, último single lançado do novo álbum que a artista pretende lançar nesta sexta-feira (8/2) — dois dias antes da transmissão do Grammy. A produção estaria pressionando para que a cantora usasse a faixa Thank u, next para se apresentar. A canção foi lançada antes de 7 rings, ainda ano passado.
 
 

A priori, a equipe de Ariana fez um acordo com o Grammy, para garantir que a cantora apresentasse um medley (uma mistura de várias canções) sendo que determinada parte fosse de 7 rings, entretanto, a premiação teria voltado atrás e vetado a faixa, foi ai que Ariana resolveu desistir de se apresentar.

Ainda de acordo com o portal — segundo uma fonte, tal imposição na escolha de faixas apesentadas não estaria sendo promovida a outros artistas. A expectativa é que Ariana sequer vá a esta edição do evento. A cantora é indicada a duas categorias na premiação: melhor performance de vocal pop (com a faixa God is a woman) e melhor vocal de álbum pop (com o trabalho Sweetener, de 2018).
 
O portal procurou os representantes de Ariana Grande e do Grammy, mas não recebeu resposta até o momento. 

Memória

Esta não será a primeira vez que o Grammy entra em uma polêmica parecida em relação a escolha de faixas para a apresentação de canções. Ano passado, a cantora neozelandesa Lorde também desistiu de fazer um show no evento, porque a organização não queria ceder o tempo para que a cantora apresentasse uma faixa inteira, mas sim fizesse uma participação durante o tributo de Tom Petty. Lorde era indicada a melhor álbum do ano com Melodrama.

Erro?

Atualmente Ariana Grande é uma das artistas com mais relevância no cenário pop internacional. A faixa 7 rings quebrou o recorde do spotify como canção mais tocada da história no periódo de 24 horas, com mais de 15 milhões de streamings. Importante lembrar também que em 2017 Ariana foi vítima de um ataque terrorista em um show na Inglaterra. Na ocasião, 22 pessoas morreram, mas apenas um mês depois Ariana voltou ao local para fazer uma apresentação beneficente às vítimas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade