Publicidade

Correio Braziliense

Léo Lins faz piada sobre acidente aéreo da Chapecoense e revolta internet

Humorista também recebeu críticas de familiares das vítimas da tragédia que matou 71 pessoas em 2016


postado em 08/02/2019 11:37 / atualizado em 08/02/2019 12:38

Léo Lins faz piada com acidente aéreo da Chapecoense e revolta internautas.(foto: LUIZ BRUNO/Divulgação)
Léo Lins faz piada com acidente aéreo da Chapecoense e revolta internautas. (foto: LUIZ BRUNO/Divulgação)

Léo Lins sofreu críticas nas redes sociais após fazer uma piada sobre o acidente aéreo da Chapecoense, em 2016. A queda da aeronave, na Colômbia, levava a equipe para a primeira partida final da Copa Sul-Americana daquele ano.

 

A piada ocorreu durante uma apresentação de stand-up comedy. O humorista do SBT fez uma comparação entre a morte brutal do jogador Daniel e a dos presentes no vôo. "Pelo menos, ele (Daniel) morreu comendo coisa boa. Não foi como os jogadores da Chapecoense que comeram comida de avião".

 

Um dos presentes filmava o show de Léo Lins. Após a piada quase ninguém da plateia ri e uma pessoa diz: "que pesado". "Eu gosto assim", responde Léo Lins.

 

Não demorou para que o vídeo viralizasse e internautas invadissem as redes sociais de Lins para disparar comentários condenando a atitude. "Que dó de pessoas como você. Não espere muito de grandioso, pessoas que fazem maldade com a dor dos outros para se promover não vão a lugar nenhum. Nossa dor é constante, e você é pequeno demais para entender", comentou uma seguidora.

 

Pessoas próximas às vítimas do acidente também criticaram o humorista. "É triste ver pessoas sem coração que não se colocam no lugar das outras", postou Susi Ribas, viúva do jogador Willian Thiego.

 

A aeronave da Chapecoense caiu a caminho de Medelín e não transportava apenas pessoas vinculadas à equipe catarinense. No avião, também estavam jornalistas, que cobririam o jogo. 

 

"Perdi meu pai no vôo da Chape e não achei nada engraçado. Se você consegue encontrar alguma graça nisso, você é uma pessoa irrecuperável", escreveu Thalisson Araújo, filho do cinegrafista Ari Junior.

 

O jornalista Pedro Rocha, setorista da Chapecoense também se posicionou contra a atitude de Léo Lins. "Esses jogadores que se foram, essas 71 vítimas que se foram na maior tragédia aérea do esporte mundial, não é piada, é históra, é dor, é um buraco no peito das família, das pessoas, de uma cidade, de todo mundo que se comoveu com essa tragédia. Quando vejo um humorista fazer diversas piadas, não uma, foram mais de três em uma curta pesquisa que fiz no canal dele, me embrulha o estômago. Léo Lins, isso aqui é história, meu amigo. Não é piada", desabafou via Instagram.

 

 

Rafael Henzel, sobrevivente do acidente aéreo da Chapecoense, utilizou o Twitter para pedir uma retratação aos familiares. "Léo Lins não o conheço. Gosto do seu trabalho. Sou contra muito Mimimi. Mas quando entra no caminho de fazer piada com tragédia, muda muito. Lamento quem achou engraçado. Seria justo de sua parte alguma mensagem para as famílias dos 71 mortos", escreveu.

 

 

Léo Lins utilizou as redes sociais para se defender e fez nova piada de mau gosto. "Me tirem algumas dúvidas? Pode fazer piada com tragédia ou não? Tem algum número mínimo de mortos para liberar as piadas?", postou. A atitude voltou a revoltar os internautas.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

Me ajudem ai nessa pessoal...

Uma publicação compartilhada por Léo Lins (@leolins) em

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade