Publicidade

Correio Braziliense

Lady Gaga, Childish Gambino e Kacey Musgraves dominam Grammy 2019

Prêmio de álbum do ano ficou com a cantora country Kacey Musgraves, por "Golden Hour". Lady Gaga, Childish Gambino e Dua Lipa também se destacaram


postado em 11/02/2019 03:07 / atualizado em 11/02/2019 11:33

 Kacey Musgraves, Lady Gaga e Childish Gambino (foto: AFP)
Kacey Musgraves, Lady Gaga e Childish Gambino (foto: AFP)
Sob o comando de Alicia Keys, a 61ª edição do Grammy Awards consagrou Kacey Musgraves e Childish Gambino como os grandes vencedores da noite. O principal prêmio, de "Álbum do Ano", ficou com a estrela do country Kacey Musgraves, pelo disco "Golden Hour". A artista ainda levou outros prêmios: "Melhor Performance Solo de Country". "Melhor Canção de Country" e "Melhor Álbum de Country".

"É incrível estar numa categoria com álbuns tão importantes, verdadeiras obras de arte. Mas ganhar o Grammy não faz do meu álbum melhor do que os outros. Obrigada por promover a minha arte", disse a cantora em seu discurso. Já o intérprete do sucesso "This is America",  Childish Gambino, ficou com três prêmios: "Melhor Gravação", Melhor Canção", e "Melhor Videoclipe". 

Lady Gaga também se destacou na noite. Ela levou dois prêmios por "Shallow" e fez uma performance eletrizante do tema do filme "Nasce uma Estrela”.

Em seu discurso, a diva pop falou sobre a importância do tema da saúde mental, abordada no longa, e agradeceu ao seu diretor no filme e parceiro na música, Bradley Cooper, que estava em Londres representando o filme na entrega do prêmio Bafta, da indústria cinematográfica britânica. 

Cardi B com o prêmio de
Cardi B com o prêmio de "Melhor álbum Rap" (foto: AFP)


A rapper americana Cardi B era uma das mais cotadas antes mesmo da noite da premiação. Indicada em cinco categorias, a artista venceu por "Melhor álbum de rap". A britânica Dua Lipa levou dois prêmios para casa: "Artista Revelação" e "Melhor gravação dance/eletrônica", por Electricity, parceria com Diplo e Mark Ronson.

A premiação também contou com performances de Camila Cabello, J. Balvin e Ricky Martin, juntos, cantando "Havana"; o tributo a Dolly Parton, com a participação de Katy Perry; a apresentação eletrizante de Jennifer Lopez; o dueto de Miley Cyrus e Shawn Mendes; e o medley de Alicia Keys tocando dois pianos e cantando “Killing Me Softly”, “Unforgettable”, “Use Somebody”, “In My Feelings” (Drake) e “Empire State of Mind”.


Michelle Obama abre o Grammy 2019

 Lady Gaga, Jada Pinkett Smith, Michelle Obama e J.Lo(foto: AFP / Robyn Beck)
Lady Gaga, Jada Pinkett Smith, Michelle Obama e J.Lo (foto: AFP / Robyn Beck)


Um dos pontos altos do Grammy foi a participação da ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama. Michelle subiu ao palco junto com Lady Gaga, Jada Pinkett-Smith e Jennifer Lopez para  falar sobre a importância da música.

"Seja country, rap ou rock, música nos ajuda a dividir, seja nossa dignidade ou dor, nossa esperança ou alegria", disse Obama. "Nos permite ouvir uns aos outros e convidar os outros a entrar. Música nos mostra tudo o que importa. Toda história, toda voz, em toda nota de cada canção."

 

Confira os vencedores do Grammy 2019

 

ÁLBUM DO ANO

Golden Hour – Kacey Musgraves 

 

GRAVAÇÃO DO ANO

This is America – Childish Gambino 

 

CANÇÃO DO ANO (COMPOSIÇÃO)

This is America – Childish Gambino (Compositores: Donald Glover & Ludwig Goransson) 

 

ARTISTA REVELAÇÃO

Dua Lipa 

MELHOR ÁLBUM DE POP COM VOCAIS

Sweetener – Ariana Grande 

 

MELHOR PERFORMANCE POP SOLO

Joanne (Where Do You Think You’re Goin?) – Lady Gaga 

 

MELHOR PERFORMANCE POP DE DUO OU GRUPO

Shallow – Lady Gaga e Bradley Cooper 

 

MELHOR MÚSICA DE RAP

Drake – God’s Plan 

 

MELHOR PERFORMANCE DE RAP

King’s Dead – Kendrick Lamar, Jay Rock, Future e James Blake 

 

MELHOR PERFORMANCE DE ‘RAP CANTADO’

This Is America – Childish Gambino 

 

MELHOR ÁLBUM DE RAP

Invasion of Privacy – Cardi B 

 

MELHOR ÁLBUM DE R&B

H.E.R – H.E.R. 

 

MELHOR PERFORMANCE DE R&B

Best Part – H.E.R. feat. Daniel Caesar 

 

MELHOR MÚSICA DE R&B

“Boo’d Up” — Ella Mai 

MELHOR PERFORMANCE DE ROCK

When Bad Does Good – Chris Cornell 


MELHOR MÚSICA DE ROCK
 

Masseduction — St. Vincent 

 

MELHOR ÁLBUM DE ROCK

From The Fires – Greta Van Fleet 

MELHOR GRAVAÇÃO DANCE/ELETRÔNICA

Electricity – Silk City & Dua Lipa Featuring Diplo & Mark Ronson 

MELHOR ÁLBUM DANCE / ELETRÔNICA

Woman Worldwide – Justice 

 

MELHOR ÁLBUM DE URBAN CONTEMPORÂNEO

Everything Is Love – The Carters 

 

MELHOR PERFORMANCE SOLO DE COUNTRY

Butterflies – Kacey Musgraves 

 

MELHOR PERFORMANCE EM DUPLA OU GRUPO DE COUNTRY

Tequila – Dan Shay 

 

MELHOR CANÇÃO DE COUNTRY

Space Cowboy – Kacey Musgraves 

 

MELHOR ÁLBUM DE COUNTRY

Golden Hour – Kacey Musgraves 

 

MELHOR ÁLBUM DE POP LATINO

Sincera – Claudia Brant 

 

MELHOR COMPILAÇÃO DE TRILHA-SONORA

The Greatest Showman – (Various Artists) 

 

MELHOR TRILHA-SONORA ORIGINAL

Black Panther 

 

MELHOR CANÇÃO FEITA ESPECIALMENTE PARA MÍDIA VISUAL

Shallow – Lady Gaga & Bradley Cooper (Nasce uma Estrela) 

 

PRODUTOR DO ANO, NÃO CLÁSSICO

Pharrell Williams 

 

MELHOR VIDEOCLIPE

This Is America – Childish Gambino 

 



 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade