Publicidade

Correio Braziliense

Michael Jackson é boicotado após documentário com relatos de pedofilia

Documentário exibido pela HBO levanta acusações de abuso sexual de crianças contra o astro pop


postado em 08/03/2019 17:18 / atualizado em 08/03/2019 16:48

Família de Michael Jackson partiu em defesa do cantor:
Família de Michael Jackson partiu em defesa do cantor: "Linchamento público" (foto: Reprodução YouTube)
 
 
Polêmica antiga ganha fôlego com novo documentário da HBO que acusa Michael Jackson de pedofilia. Depois de a HBO exibir as duas partes de Leaving neverland no último fim de semana (2/3 e 3/3), Michael Jackson está sendo boicotado ao redor do mundo.

Estações de rádio na Nova Zelândia e no Canadá pararam de transmitir canções do cantor, afirmou a CNN. Um episódio de Os Simpsons com o astro pop também foi removido de circulação.

No documentário, Wade Robson e James Safechuck acusam o cantor de tê-los abusado ao longo de vários anos quando eram crianças. 

A família do astro pop disse que documentário faz "linchamento público" e que está processando a HBO. 
 
 
 
Ao The wall Street Journal, James L. Brooks, produtor de Os Simpsons, disse que remover o episódio com Jackson "era a única coisa a se fazer".

Na Nova Zelândia, duas estações de rádio rivais decidiram parar de tocar músicas de Jackson.

"Michael Jackson não está mais em nenhuma playlist das estações de rádio da MediaWorks", disse Leon Wratt, diretor da rádio da empresa, em comunicado. "É uma resposta a nosso público e suas preferências — é nosso trabalho garantir que nossas estações de rádio estejam tocando música que as pessoas querem ouvir."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade