Publicidade

Correio Braziliense

Suposta única escultura de Da Vinci é revelada na Itália

A peça guarda semelhanças com outras obras do autor de Monalisa


postado em 12/03/2019 10:28 / atualizado em 12/03/2019 11:38

Imagem da suposta obra(foto: Reprodução/internet)
Imagem da suposta obra (foto: Reprodução/internet)


Historiador italiano afirma ter descoberto a única escultura remanescente de Leonardo da Vinci. A peça chamada A virgem com a criança que ri, datada de 1472, foi produzida quando o criador de Monalisa tinha entre 19 e 20 anos e era pupilo do artista florentino Andrea del Verrochio.

Desde 1858, a escultura faz parte do acervo do Victoria and Albert Museum e tem a autoria atribuíada a Antionio Rosselino. 

O professor da Universidade de Nápoles Francesco Caglioti contestou autoria em entrevista ao The Guardian. Ele disse que o falecido diretor do museu britânico, John Pope-Hennessey, enganou a todos, dizendo que a essa e outras obras são de Rosselino, artista que ele promoveu incisivamente.

Agora, a peça está exibida no Palazzo Strozzi como parte da exposição Verrocchio: Mestre de Leonardo. O rótulo não titubeia ao dar autoria a Leonardo da Vinci.

A escultura com aproximadamente 50 centímetros de altura, explica a publicação, guarda traços característicos da obra de Da Vinci, incluindo o sorriso enigmático. O drapeado do vestido e os pés da Virgem Maria também são similares às pintura feitas na época pelo artista. A face e expressão do Cristo bebê também aparece em outras obras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade