Publicidade

Correio Braziliense

Atrizes Felicity Huffman paga fiança e Lori Loughlin se entrega a polícia

As duas estão envolvidas em esquema de suborno para que os filhos fossem aceitos em universidades norte-americanas


postado em 13/03/2019 18:51 / atualizado em 13/03/2019 18:51

Atrizes ainda não comentaram o caso publicamente(foto: AFP / Jean-Baptiste LACROIX - AFP / CHRIS DELMAS)
Atrizes ainda não comentaram o caso publicamente (foto: AFP / Jean-Baptiste LACROIX - AFP / CHRIS DELMAS)


O esquema de fraude e suborno para entrada em universidades norte-americanas exposto pela polícia do país nesta terça-feira (12/3) englobou a prisão de duas grandes atrizes de Hollywood: Felicity Huffman e Lori Loughlin. A primeira foi liberada nesta quarta-feira (13/3) sob pagamento de fiança, enquanto a segunda foi presa — após se entregar — também nesta quarta.

Felicity ficou mundialmente famosa após estrelar a série Desperate Housewives ainda em 2004. De acordo com o portal TMZ, a atriz deixou a prisão após pagar US$ 250 mil. No esquema de corrupção, Felicity é suspeita de ter pago US$ 15 mil em suborno para que os filhos tivessem acesso a uma instituição de ensino superior dos Estados Unidos — não foi informada qual exatamente.

Lori, por sua vez, estava foragida até esta quarta-feira (13/3). De acordo com o portal norte-americano Page Six, na terça a polícia teria ido até a casa da atriz, mas não a encontrou. Na ocasião, Mossimo Giannulli — o marido de Lori — foi levado em custódia. Segundo o portal, o casal pagou US$ 500 mil para que as duas filhas entrassem na Universidade do Sul da Califórnia. Lori está no ar com o remake da série Três e demais, da Netflix. A atriz já tem uma audiência marcada na corte da cidade de Los Angeles na próxima quarta-feira (20/3).

Entenda

Sob informações do Page Six, cerca de 50 pessoas foram presas em um esquema milionário que pagava propina para recrutadores de universidades norte-americanas aceitarem jovens estudantes sem a realização de exames prévios. Pela abrangência nacional, até o FBI (Departamento Federal de Investigação – sob comando do Departamento de Justiça dos Estados Unidos) foi envolvido no esquema.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade