Publicidade

Correio Braziliense

Ignácio de Loyola Brandão é eleito para a ABL por unanimidade

Eleição ocorreu nesta quinta (14/03) na sede da ABL, no Rio de Janeiro


postado em 14/03/2019 16:56

Ignácio de Loyola Brandão foi eleito para a cadeira 11(foto: Arquivo Pessoal)
Ignácio de Loyola Brandão foi eleito para a cadeira 11 (foto: Arquivo Pessoal)

 
 
O escritor Ignácio de Loyola Brandão foi eleito, nesta quinta (14/03), para integrar a Academia Brasileira de Letras (ABL). Autor de Não verás país nenhum e Zero passa a ocupar a cadeira 11, vaga desde setembro de 2018 depois da morte do jurista Hélio Jaguaribe. Loyola foi eleito por unanimidade e uniu lados opostos da academia. A sessão de eleição do escritor foi presidida por Marco Lucchesi, presidente da ABL. 


Entre os ocupantes da cadeira que agora é de Loyola estiveram nomes como Darcy Ribeiro, Celso Furtado e Lúcio Mendonça, um dos fundadores da ABL ao lado de Machado de Assis. 

Nascido em Araraquara (São Paulo), Ignácio de Loyola faz parte de uma geração de autores que, nos anos 1960 e 1970, contestaram a ditadura e levaram para a literatura temas do Brasil contemporâneo. No total, o autor publicou mais de 42 livros, sendo 10 romances, e recebeu o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto da obra, em 2016. Também ganhou o Prêmio Jabuti, o Prêmio Fundação Biblioteca Nacional e o Prêmio São Paulo de Literatura. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade