Publicidade

Correio Braziliense

Depois de ser demitido, James Gunn voltará para Guaridões da Galáxia

O cineasta havia sido demitido em julho de 2018


postado em 18/03/2019 10:30 / atualizado em 18/03/2019 10:30

Tuítes antigos do ator geraram polêmica em 2018(foto: DANIEL LEAL-OLIVAS)
Tuítes antigos do ator geraram polêmica em 2018 (foto: DANIEL LEAL-OLIVAS)
 
 
James Gunn foi recontratado pela Disney para dirigir o terceiro longa da série Guardiões da GaláxiaO cineasta havia sido demitido em julho de 2018 depois de tuítes considerados ofensivos publicados por ele irem à tona por membros da alt-right.

Gunn foi criticado por fazer piadas com temas relacionados a pedofilia e estupro há quase uma década. O diretor se desculpou pelos comentários. Fãs e o elenco do filme demonstraram apoio a ele. 

"Estou muito agradecido a todas as pessoas que me apoiaram nos últimos meses", disse Gunn no Twitter, após confirmado seu retorno.

"Estou sempre aprendendo e trabalhando para ser uma pessoa melhor. Valorizo profundamente a decisão da Disney e estou ansioso para continuar fazendo filmes que investivam os laços de amor que nos unem", continou na rede social. 

As gravações de Guardiões da Galáxia 3 devem começar a ser feitas após de Esquadrão Suicida 2 o lançamento em 6 de agosto de 2021, também dirigido por Gunn.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade