Publicidade

Correio Braziliense

Samba da Guariba, de Ceilândia, comemora três anos de criação

Festa vai contar com a apresentação de mais de 20 artistas, entre eles, Marcelo Café


postado em 09/04/2019 13:51 / atualizado em 09/04/2019 13:51

Tradicional em Ceilândia, Samba da Guariba chega a 36ª edição(foto: Arquivo pessoal)
Tradicional em Ceilândia, Samba da Guariba chega a 36ª edição (foto: Arquivo pessoal)

As rodas de samba são populares em grupos ligados ao gênero. Agregadoras e divertidas, elas estão presentes em diversas ocasiões sociais. Foi dessa forma que o Samba da Guariba nasceu. Neste sábado (13/4) eles comemoram três anos de criação.

 

Esta será a 36ª edição do evento, que surgiu para dar mais opções de lazer aos moradores da parte sul de Ceilândia. "Havia uma necessidade de entretenimento. Eu sou roqueiro, mas depois de uma visita ao Samba de Comunidade, na Praça da Bíblia, me encantei. Então me organizei com outros amigos para criarmos o Samba da Guariba", recorda Emerson Rodrigues, idealizador do evento, ao Correio.

 

Mais de 20 artistas estão confirmados para a celebração. Entre eles, nomes renomados, como Marcelo Café. "O público pode esperar a melhor edição de todas. Pessoas alegres e uma comunidade muito receptiva", convida Emerson, que também é diretor do Samba da Guariba.

 

A roda de samba, já tradicional, ocorre no segundo sábado de cada mês. "A aceitação foi tão grande, que o pessoal pediu para ser mensal. A gente não tem apoio do governo, então comerciantes locais colaboram e os artistas doam o talento para o samba acontecer", se orgulha.

 

Serviço

3º aniversário do Samba da Guariba

EQNN 18/20 (Guariroba). Sábado (13/4), às 17h. Entrada franca. Classificação livre.

*Estagiário sob supervisão de Adriana Izel

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade