Publicidade

Correio Braziliense

Feira de Vinil une venda de discos e gastronomia de rua em evento

A ideia é fortalecer a cultura urbana de Brasília


postado em 11/04/2019 15:08 / atualizado em 11/04/2019 15:08

Mais de 20 mil discos estão disponíveis nessa edição(foto: Feira de Vinil/Divulgação)
Mais de 20 mil discos estão disponíveis nessa edição (foto: Feira de Vinil/Divulgação)

Boa música, um "lanche raiz", cervejas artesanais e algumas pechinchas. Essa é a programação da próxima Feira de Vinil do Conic, que ocorre neste sábado (13/4), a partir das 10h.

 

O evento, que busca fortalecer o lado B da cidade, vai reunir mais de 20 mil discos para venda. Os valores vão de R$ 5 a R$ 1.500. Além disso, um cardápio variado na linha de gastronomia de rua aguarda o público.

 

"É a primeira vez que faremos um evento agregado. É uma minipraça gastronômica. A gente tem muito da cultura de rua, da cultura urbana. Nada gourmetizado, mas muito legal", conta João Marcondes, organizador do evento, ao Correio.

 

É a primeira vez que a gastronomia de rua faz parte da Feira de Vinil do Conic(foto: Feira de Vinil/Divulgação)
É a primeira vez que a gastronomia de rua faz parte da Feira de Vinil do Conic (foto: Feira de Vinil/Divulgação)

 

"Comidas de rua de outros países também estarão disponíveis", completa João, citando arepa colombiana e opções árabes. Iguarias veganas, churros, cachorro-quente e sanduíche de linguiça também estão previstos nas seis barraquinhas de comida.

 

É claro que a Feira de Vinil também tem programação musical. O repertório recheado de black music do DJ Mak vai envolver o ambiente. Os organizadores do evento ficam responsáveis pelas playlists de rock'n roll e MPB.

 

DJ Mak é o responsável pelo som da black music no evento(foto: Feira de Vinil/Divulgação)
DJ Mak é o responsável pelo som da black music no evento (foto: Feira de Vinil/Divulgação)
 

 

"O público pode esperar um evento com muita gente. A edição passada foi bem cheia. Os preços são acessíveis, cabem em todos os bolsos. Tudo com muita animação em uma experiência cultural intensa bem no meio da cidade. Algo que não é muito comum em Brasília", convida Marcondes.

 

* Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader 

 

Serviço

Feira de Vinil do Conic

Conic (SDS). Sábado (13/4), das 10h às 19h. Entrada franca. Classificação livre. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade