Publicidade

Correio Braziliense

Alexandre Carlo cria produtora para fomentar a cultura local

Líder da banda Natiruts, o cantor criou a Zeroneutro Studios em 2017


postado em 15/04/2019 08:23 / atualizado em 16/04/2019 13:42

Alexandre Carlo se juntou a amigos para realizar sonho de trabalhar com a música de Brasília(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Alexandre Carlo se juntou a amigos para realizar sonho de trabalhar com a música de Brasília (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

Alexandre Carlo não precisa ir longe para ir trabalhar. Todas as tardes, o vocalista do Natiruts se reúne com músicos, técnicos e operadores de som para criar e gravar novas músicas num estúdio construído em sua casa, no Lago Norte. A Zeroneutro Studios, criada em 2017, agora é o mais novo fomento da cultura local.

Quando o cantor foi a São Paulo romper o contrato com a extinta gravadora EMI e voltar a ser independente, em 2002, a vontade de montar uma produtora ficou maior. Assim, Alexandre se juntou com o então roadie da banda, Júlio Araújo, o empresário Gilson Simões e o baixista do Natiruts Luís Mauricio e, em 2004, fundou a Zeroneutro Corp., que tem a função de gerir carreiras artísticas e/ou booking para bandas, além da realização de shows e eventos envolvendo artistas nacionais e internacionais.

Amante da tecnologia

Depois de montada a produtora, agora o sonho era poder ter um estúdio de gravação próprio. E em 2017, a Zeroneutro Studios foi oficializada. “Eu sempre tive um quartinho de produção, e, como sempre fui amante de tecnologia, tinha um sonho de ter um estúdio de poder gravar como os músicos de quem eu era fã e como os grandes artistas gravavam”, comenta Alexandre.

Alexandre conta que a Zeroneutro Studios era também uma vontade antiga de mexer com o meio musical brasiliense. “Mas vai além dos artistas. A gente tem toda uma área de produção local que envolve o setor cultural, como operadores de som, roadies e técnicos. Tudo isso a gente tem aqui no estúdio. Foi uma forma de devolver a Brasília tudo aquilo que a cidade proporcionou para a gente”, explica o cantor.

Técnico de som

E Alexandre está em boa companhia. Ao comentar sobre a equipe que dá o suporte nas horas de gravação, ele afirma que o técnico de som do estúdio Daniel Félix é “o melhor do Brasil, gravou todos os CDs e DVDs do Natiruts”. Quando foi tratar do gerente da Zeroneutro Corp Brasília e do assistente de som do estúdio, Marcel Papa, Alexandre solta: “é o cara”.

E Pedro Alex, filho de Alexandre, é o curador. “Como está mais ligado na cena nova, ele vai trazendo para cá para a gente registrar essa galera que está surgindo: a galera que está nas universidades e nos bares. Ele cresceu na música e está acostumado com o mainstream, além de ser músico.”, elogia Alexandre.

Marcel Papa, Daniel Félix, Pedro Alex e Alexandre Carlo, no estúdio da Zeroneutro(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Marcel Papa, Daniel Félix, Pedro Alex e Alexandre Carlo, no estúdio da Zeroneutro (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Mas a Zeroneutro Studios não é e nunca foi um estúdio comercial. Marcel Papa explica que para gravar lá, os artistas são pessoas conhecidas e convidadas pela equipe. “Não é um estúdio convencional, não é o lugar que se chega aqui sábado e domingo, porque é a casa do Alexandre. Então, é um ambiente muito suave, entre amigos. Tanto que aqui eu nunca vi sair uma música ruim, porque as pessoas se inspiram nesse lugar”, relata Marcel.

Experimento

O disco da Natiruts Índigo Cristal, lançado em 2017, foi o primeiro álbum feito no estúdio. Marcel Papa explica que o projeto ajudou a ver o que faltava e o que já estava pronto no estúdio. “Foi um experimento. Mas foi muito natural e bonito de ver, o disco teve uma áurea muito especial, não teve nenhuma pressão”, afirma Marcel.

Em um ambiente que respira música, a Zeroneutro Studios é o lugar onde o rap independente, rock underground, e até o reggae experimental tem espaço. “Eu espero que a cultura de Brasília e brasileira sejam difundidas, pelo fato de que a arte em geral muda a vida das pessoas. E quanto mais pessoas que têm esse dom tiverem oportunidades de ter esse trabalho difundido, melhor. E esse é o objetivo aqui”, destaca Alexandre.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade