Publicidade

Correio Braziliense

Espetáculo '1001 Noites: O último capítulo' ganha nova montagem em Sharjah

Cidade nos Emirados Árabes ganhou título de Capital do Livro pela Unesco


postado em 22/04/2019 18:42

(foto: Al Majaz Anfiteatro/Divulgação)
(foto: Al Majaz Anfiteatro/Divulgação)

 

A data em que o mundo escolheu para prestigiar as palavras escritas terá um gosto especial este ano para a cidade eleita pela Unesco como Capital do Livro em 2019. A terceira maior potência dos Emirados Árabes, Sharjah, vinha buscando o título há quase uma década. Assim como os investimentos feitos para alcançar esse objetivo, a comemoração promete ser revolucionária. No dia Mundial do Livro, 23 de abril, Sharjah lança o espetáculo teatral 1001 Noites: O Último Capítulo

 

Baseada no livro da cultura árabe que rodou o mundo, a perfomance pretende, como já adiantado no próprio título, extrapolar o enredo que já foi contado e, assim, reescrever um novo capítulo, inclusive para Sharjah, que escolheu o Dia Mundial do Livro para o primeiro dia de show. É esta data que marca, também , o início do programa cultural de um ano com temas de livros em celebração ao reconhecimento pela Unesco. 

 

(foto: Al Majaz Anfiteatro/Divulgação)
(foto: Al Majaz Anfiteatro/Divulgação)
 

 

Mega produção 

 

Esta será a primeira produção ao vivo feita na região. O objetivo, desde o início, é trazer um inovador e memorável show de entretenimento em que até a própria música será tocada na hora por uma orquestra de 51 peças.

 

A produção tem 90 minutos  e conta com 13 formas diferentes de artes performáticas durante a narrativa. Ao todo, são 537 membros de equipes artísticas vindos de 25 diferentes nacionalidades. Para se prepararam, os participantes se dedicaram a mais de 500 horas para os treinos. 

 

 

 

Entre as principais cabeças por trás dessa produção está Philippe Skaff, considerado um dos mais aclamados produtores criativos dos Emirados, e o ex-ator de Cirque du Soleil, Sébastien Soldevil. “Estamos trazendo uma maneira totalmente nova de contar histórias, nunca experimentada antes por espectadores de teatro e entusiastas da cultura”, garante Soldevil. 

 

As apresentações vão até o dia 27, no anfiteatro Al Majaz, em Sharjah. “Estamos trabalhando para levar o espetáculo para outros lugares pelo mundo. Espero que para o Brasil também”, espera o Xeique Sultão Bin Ahmed Al Qasimi, presidente do Conselho de Mídia de Sharjah. 

 

Repórter viajou a convite da Sharjah Book Authority 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade