Publicidade

Correio Braziliense

Juliano Enrico fala ao Correio sobre processo criativo de 'Irmão do Jorel'

O quadrinista fez a animação a partir dos desenhos sobre a própria família


postado em 25/04/2019 06:30 / atualizado em 25/04/2019 14:49

Vovó Juju e irmão do Jorel(foto: Cartoon Network/Divulgação)
Vovó Juju e irmão do Jorel (foto: Cartoon Network/Divulgação)

Irmão do Jorel não é um desenho qualquer. Vestido de bermudas vermelhas, blusa preta, espalhafatosas galochas amarelas e um cabelo cacheado esvoaçante, o personagem principal se aventura na própria imaginação e nas peculiaridades da família. Juliano Enrico, criador do desenho, ator, diretor, quadrinista e irmão do verdadeiro Jorel, conversou com o Correio sobre a série, processo criativo e o prêmio que a animação ganhou na Espanha.

Na programação da Cartoon Network desde 2014, Irmão do Jorel é a primeira série animada criada e produzida na América Latina pelo canal. O protagonista é o filho caçula de uma excêntrica família de acumuladores. Com a ajuda de sua melhor amiga, Lara, ele enfrenta os primeiros obstáculos da vida em um ritmo alucinante, sempre fazendo de tudo para não ser ofuscado pela beleza de seu irmão mais velho, o protagonista nunca tem seu nome revelado.

A história do Irmão do Jorel partiu da ideia de Juliano de desenhar sua família quando fazia quadrinhos. “E, ao mesmo tempo, eu postava fotos divertidas da minha família no fotolog. Fui juntando e criando histórias, e tendo sempre as inspirações das características da minha família. E muito humor, claro. Eu sempre gostei de comédia”, explica Juliano.

Fruto de lembranças e imaginações férteis que a infância proporciona, Irmão do Jorel é uma junção da vivência de Enrico com o time de redatores. O núcleo fixo é formado pelo time da produtora TV Quase (do Choque de Cultura), como Daniel Furlan, Pedro Leite, Leandro Ramos, Caito Mainier, David Benincá, Fernando Fraiha e Raul Chequer. Além de roteirizar, eles também  fazem vozes de diversos personagens.

Juliano Enrico, o criador do personagem Jorel: inspiração nasceu na família do desenhista (foto: Arquivo Pessoal)
Juliano Enrico, o criador do personagem Jorel: inspiração nasceu na família do desenhista (foto: Arquivo Pessoal)
Com isso, apesar de Juliano Enrico ser o criador do desenho, ter a família como inspiração e seu irmão do meio realmente se chamar Jorel, ele não atribui ao personagem principal como sendo ele. “Porque as histórias têm a ver com outras vivências dos demais roteiristas. São pessoas que se misturam com ideias, acabam virando uma fonte de pequenos toques afetivos dos personagens”, explica.  

O processo criativo do desenho envolve todo o time de redatores e alguns convidados. Juliano explica que um episódio pode surgir de acordo com a produção e com as ideias que os roteiristas vão dando. “Às vezes, uma frase vira um episódio, mas também pode partir de um desenho, uma foto, uma lembrança. A gente coloca referências das coisas que a gente conhece”, conta Enrico.

O criador afirma que quanto mais o desenho vai se desenvolvendo, mais os roteiristas pegam referências do próprio Irmão do Jorel para criar um capítulo novo. “E mais desdobramentos o universo vai tendo. Por exemplo, quando a gente faz uma coisa no episódio, a gente considera que podia desenvolver isso melhor num próximo. O processo é tudo, tudo pode ser uma fonte de inspiração, e tem muito da nossa identidade no desenho” completa Juliano.

Irmão do Jorel(foto: Cartoon Network/Divulgação)
Irmão do Jorel (foto: Cartoon Network/Divulgação)


Juliano tem muitos planos para o desenho. Recentemente, em parceria com o Cinemark, foi exibido nos cinemas o especial Irmão do Jorel - Edição especial alucinante, em que episódios foram reunidos em forma de filme. Mas Juliano quer mais. “Eu quero muito fazer algo novo para o cinema. Apesar de um longa ser de uma série de TV, eu tenho muita vontade de explorar os desdobramentos da história, sabe? E num filme seria lindo”, afirma Juliano.

Além disso, Enrico tem vontade de expandir o desenho para mais países, fazer episódios especiais, livros, disco com a trilha sonora e “quem sabe um show ao vivo com as músicas da série”, completa Juliano.

Todas as idades

E o desenho agrada crianças e adultos. Juliano diz que gosta da possibilidade de atingir idades diferentes ao mesmo tempo numa mesma obra. “Porque a gente pode abranger diferentes leituras. Eu ainda gosto de ver desenho sendo adulto. E os desenhos que eu via quando eu era criança, hoje eu vejo de uma forma diferente”, comenta.

“Quando o desenho estava sendo exibido no cinema, eu pude perceber quais eram os momentos em que as crianças estavam dando risadas, quando os adultos dão risadas e quando todos estavam dando risadas. A gente está escrevendo para as criança que fomos”, pontua Enrico.

Prêmio na Espanha

O desenho  venceu o Prêmio Quirino 2019 de Melhor Série de Animação Ibero-Americana. A cerimônia ocorreu em 6 de abril, em Santa Cruz de Tenerife, na Espanha. Para Juliano, o prêmio é importante não só para ele, mas para toda a animação brasileira. “É uma conquista de todos os animadores, atores de voz, produtores e todo mundo que trabalha com isso, não só no Irmão do Jorel, mas no Brasil”, comenta o humorista.

Irmão do Jorel recebeu a honraria pelo episódio Seja brócolis, da terceira temporada. Juliano afirma que uma premiação dessa mostra qualidade e o nível do trabalho feito no país.“E, além disso, tem a linguagem, que eu acho que a gente está dominando bem. Eu penso que esse prêmio é dos profissionais que trabalham com animação no Brasil, o grande mérito é deles” conclui. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade