Publicidade

Correio Braziliense

Em programa do canal E!, Luana Piovani fala sobre temas polêmicos

A atriz recebe convidados e debate sobre monogamia, casamento, identidade sexual e fantasias


postado em 14/07/2019 06:05 / atualizado em 12/07/2019 19:29

Na estreia do programa, o tema foi fantasias sexuais. (foto: E! Entertainment/Divulgação)
Na estreia do programa, o tema foi fantasias sexuais. (foto: E! Entertainment/Divulgação)

Luana Piovani queria uma voz e ganhou uma. É ela quem dá tom e rumo a Luana é de lua, produção do canal E! na qual a atriz assume o papel de apresentadora para debater e mediar temas polêmicos. A cara dela. Monogamia, casamento, luta, identidade sexual, fama, autoimagem, influenciadores digitais e fantasias sexuais entraram para o cardápio com direito à participação de celebridades. Provocar e tirar o espectador da zona de conforto é um dos objetivos do programa. “Zona de conforto é esse lugar morno, medíocre e raso. Na verdade, eu não trabalho muito com zona de conforto porque eu gosto de mudar as dinâmicas da minha carreira profissional e normalmente de experimentar personagens que me tragam experiências novas”, explica

Xuxa, Victor Fasano, Jesus Luz, Maria Flor, Renata Kuerten, José Aldo, Lorelay Fox, Mayara Russi, Leo Picon e Mariana Weickert gravaram com Luana, que recebeu também intelectuais, como a psicanalista Regina Navarro. A ideia é reunir opiniões diversas sobre o tema proposto e alimentar a discussão. Nessa dinâmica, tudo é bem-vindo, inclusive a polêmica, uma velha conhecida da apresentadora. Essa última, para a apresentadora, é fruto de uma reação à sinceridade. “As pessoas se surpreendem com pessoas que não têm medo de expor a sua opinião verdadeira”, repara Luana, em entrevista ao Correio. “Normalmente, as pessoas não gostam de incomodar as pessoas ou surpreender as pessoas, então fica todo mundo dentro desse lugar confortável da concordância, né? E quando vem alguém e não tem a opinião da maioria, isso normalmente causa uma surpresa, quiçá, uma reação defensiva.”

Segundo ela, o processo de gravar o programa, uma sugestão da produtora Tatiana Quintella, ajuda no crescimento porque incentiva a escuta do outro. Luana sempre quis ter uma voz própria e viu no formato uma oportunidade de poder falar coisas representativas de quem ela realmente é. “A gente está de saco cheio de um monte de mentiras”, avisa, em vídeo sobre os bastidores da gravação.

O primeiro de 10 episódios foi ao ar no final de junho com o tema “fantasias sexuais” e teve participação do modelo Jesus Luz. Ali, Luana revela que nunca realizou uma de suas fantasias. No episódio, ela aparece ao lado do ex-marido, o surfista Pedro Scooby, se preparando para a “festinha no céu”, as famosas brincadeiras usadas pelo casal para a movimentar a própria vida sexual. Scooby e Luana se separaram em março e hoje ele namora a cantora Anitta. Em vídeo gravado para o canal Luana sem freio, ela explica que ainda não conseguiu rever o episódio sobre casamento por conta de cenas do local no qual oficializou a união com o ex.

Monogamia é tema de outro episódio que já foi ao ar e, ali, a apresentadora revela que, quando apaixonada, só pensa no parceiro, mas que não tem problema algum em tomar a iniciativa quando está solteira. “Se eu estou solteira, sou um macho”, diz. “Descobri, só agora que me separei, que sou praticamente uma Vinicius de Moraes”, brinca. Inclusão também está entre as inquietações do programa, por isso o tema “identidade sexual” entrou para a lista de temas tratados em Luana é de lua.
 
"As pessoas se surpreendem com pessoas que não têm medo de expor a sua opinião verdadeira" (foto: Alex Carvalho/TV Globo)
 

Em entrevista, a atriz e apresentadora conta como o programa, que ela chama de “the apple of my eyes”, tem abordagem que permite uma liberdade de movimento e pensamento. “Não é uma abordagem jornalística, porque eu não sou jornalista, eu sou uma pessoa interessada e curiosa. Então, eu me exponho, não tenho vergonha e as pessoas que topam participar conosco também estão nesse mesmo barco. Portanto, é uma grande troca de experiências na qual você ouvindo o outro pode mudar a sua visão sobre o tema”, avisa.

Mostrar intimidade é um dos slogans de Luana é de lua, mas há, claro, um limite para isso. “É difícil definir até onde a exposição pode ir, mas ela vai até onde eu me sinto confortável. É o que vai estar exposto no programa. O que eu quero dizer com mostrar a minha intimidade é exatamente isso que vai no primeiro programa, por exemplo, no qual a gente se deixa mostrar, meu ex-marido e eu dentro da minha suíte, iniciando a dança do acasalamento”, explica. Quanto aos temas, a apresentadora revela que ela não os escolhe, apenas aprova. Fica por conta da produção elencá-los e selecionar os convidados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade