Publicidade

Correio Braziliense

Ancine diz que não vai se pronunciar sobre rumor de possível extinção

Segundo publicações recentes, novos direcionamentos para a Ancine e organograma diferenciados estariam em estudos por parte do governo federal


postado em 18/07/2019 15:34 / atualizado em 18/07/2019 15:54

No âmbito oficial da Agência Nacional do Cinema (Ancine), ainda é dada como especulativa a ideia de uma possível extinção do órgão que, há mais de 15 anos, estimula, fiscaliza e gerencia a produção de todo conteúdo audivisual contemplado por montantes advindos de estrutura governamental. Segundo publicações na imprensa, o presidente Jair Bolsonaro estaria descontente com aspectos de avaliação técnica do órgão, referentes à difusão de produtos que abrangem, em conteúdo, aspectos da diversidade sexual.
 
Sem ter recebido comunicado oficial a respeito do tema, o ógão, por meio de assessoria de imprensa, externou a seguinte posição: "Não vamos nos pronunciar sobre as noticias veiculadas até o momento". Um desgaste ocasional, recente — em que o Tribunal de Contas teve protagonismo (e intermediou a situação) — diante de acusações em torno da fiscalização ineficientes das obras vinculadas à Ancine, arranharam a imagem da entidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade