Publicidade

Correio Braziliense

Artistas brasileiros firmam parcerias com cantores latinos

Anitta, Pabllo Vittar, Luan Santana, Léo Santana, Luccas Lucco e até o rei Roberto Carlos são alguns dos artistas que apostaram na união


postado em 01/08/2019 06:05 / atualizado em 01/08/2019 10:58

Anitta e J Balvin: parcerias emplacam hits nas paradas de sucesso(foto: Ricardo Muniz/Divulgação)
Anitta e J Balvin: parcerias emplacam hits nas paradas de sucesso (foto: Ricardo Muniz/Divulgação)

Por muito tempo, os representantes da música brasileira iam bem longe em busca de parcerias de sucesso. Mas atualmente a indústria musical brasileira está investindo cada vez mais em parcerias com cantores vizinhos da América Latina ou com um idioma próximo do português, o espanhol. Anitta, Pabllo Vittar, Luan Santana, Léo Santana, Luccas Lucco e até o rei Roberto Carlos são alguns dos artistas que embarcaram na união musical dos brasileiros com os latinos.

O reggaeton da América Latina não se diferencia muito do pop brasileiro ou até mesmo do funk. Ambos têm os mesmos princípios, batidas marcantes, músicas dançantes e animadas. Assim, cantores brasileiros apostam em parcerias latinas e emplacam sucessos. Referência no assunto é a cantora Anitta, que visando a uma carreira internacional e fã de artistas do cenário, já fechou parcerias com o colombiano Maluma, na faixa Sim ou não; com o também  colombiano J Balvin em Downtown; com o porto-riquenho Ozuna música Muito calor; e com a mexicana Sofía Reyes em R.I.P.

No álbum Kisses, quarto da carreira de Anitta, a cantora apostou em outros idiomas e lançou uma versão trilíngue (português, inglês e espanhol) e mergulhou mais ainda na onda latina que se instaura nas músicas brasileiras. A produção é regida por altas doses de latinidades e majoritariamente por faixas em espanhol.

O pagodeiro Léo Santana, que gravará em São Paulo o DVD Levada do gigante em agosto, também resolveu apostar nas parcerias latino-americanas neste trabalho. Ainda sem divulgar o artista, Léo antecipou em entrevista ao Correio: “Vai ter participação internacional, aguarde. É da América Latina”.

No último mês, o baiano lançou Vibra continente, em parceria com a colombiana Karol G. A canção foi música tema da Copa América 2019, a faixa foi escolhida para representar todo o continente latino-americano e passeia entre o funk brasileiro e o swing latino.

A drag queen Pabllo Vittar também firmou uma parceria. A maranhense lançou Caliente, um feat em parceria com a argentina Lali. Embalada pelas batidas eletrônicas do pop, Pabllo canta em português e se arrisca em alguns trechos em espanhol. Caliente faz parte do disco de Lali, Brava.

Até o rei Roberto Carlos embarcou na onda das parcerias, no ano passado. No entanto, desta vez o encontro foi entre dois nomes de peso, tanto no Brasil quanto no exterior, Roberto Carlos e a norte-americana de ascendência porto-riquenha Jennifer Lopez gravaram Chegaste. A americana até cantou alguns trechos em português.

Apesar de estar em evidência nos dias de hoje, a colaboração entre artistas brasileiros e latinos não é novidade na música. No entanto, atualmente esse fenômeno está causando bastante repercussão nas paradas de sucessos, o que faz parecer que este movimento veio para ficar na música brasileira.

*Estagiário sob a supervisão de Severino Francisco
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade